Açoriano Oriental
Covid-19
Madeira prorroga situação de calamidade e determina uso obrigatório de máscara

O Governo da Madeira decidiu esta terça-feira prorrogar a situação de calamidade no arquipélago, até 31 de agosto, devido à pandemia de covid-19, e determinou o uso obrigatório de máscara em todos os espaços públicos.

Madeira prorroga situação de calamidade e determina uso obrigatório de máscara

Autor: Lusa/AO Online

O uso obrigatório de máscara comunitária de proteção aplica-se “em espaços ou locais de acesso, permanência ou utilização, públicos ou equiparados", explicou o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, sublinhando que está incluído "todo o tipo de espaço público, fechado ou aberto”.

O governante falava numa conferência de imprensa para anunciar novas medidas a implementar na região, no âmbito do combate à pandemia de covid-19.

Pedro Ramos avançou que a obrigação do uso de máscara comporta, porém, exceções.

As crianças até aos 10 anos, “pessoas incapacitadas pela dificuldade de colocar ou retirar a máscara sem assistência” e “outras situações previamente identificadas pelas autoridades de saúde” não ficam abrangidas pela medida.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE), na segunda-feira, a Madeira regista um total de 105 casos de covid-19, oito dos quais ainda ativos.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.