Jornalista do Washington Post morto em Bagdad


 

Lusa / AO online   Internacional   14 de Out de 2007, 22:19

Um jornalista iraquiano correspondente do Washington Post foi morto hoje em Bagdad, informou o chefe da delegação local do jornal norte-americano.
    Salih Saif Aldin, 32 anos, foi morto a tiro no bairro de Saidiya, onde estava a trabalhar, segundo um comunicado do jornal.

    "Foi morto na rua, os detalhes ainda não estão claros", indicou Sudarsan Raghavan, que chefia a delegação do jornal em Bagdad, num contacto telefónico.

    O jornalista, que trabalhava para o Washington Post desde o início de 2004, cobrira primeiro a região de Tikrit, de onde era, e depois a de Bagdad.

    "É com imensa tristeza que anunciamos a morte de Salih Saif Aldin(...). Era um dos nossos correspondentes mais corajosos", refere o comunicado.

    "A morte de Salih lembra-nos mais uma vez o papel central que os jornalistas iraquianos e outros têm na nossa cobertura da guerra. Incorrem muitas vezes em riscos e fazem sacrifícios em busca da verdade (...). Saudamos a sua determinação e coragem", diz o jornal.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.