Interditado acesso à zona balnear da Caloura por motivos de segurança

Interditado acesso à zona balnear da Caloura por motivos de segurança

 

Luís Pedro Silva   Regional   6 de Ago de 2019, 09:25

O Capitão do Porto de Ponta Delgada, Vieira Branco, determinou, ontem, a interdição do acesso de banhistas à zona balnear da Caloura e também o acesso ao mar na zona das piscinas da Lagoa.

O impedimento vigorou, entre as 15h30 e 20h00, por motivos de segurança.  Segundo o responsável da Autoridade Marítima existiu uma “conjugação de fenómenos oceanográficos”, que provocou uma forte ondulação de sul e aumentou o perigo para os banhistas. Esta tomada de posição do capitão do Porto de Ponta Delgada foi tomada depois de uma vaga de ondas de grandes dimensões arrastar ao mar um grupo de pessoas que estava na zona balnear da Caloura.


O capitão-de-mar-e-guerra, Vieira Branco, considerou que os nadadores salvadores “tiveram uma postura adequada, colocando a bandeira vermelha” e solicitando o afastamento dos banhistas do local.


O responsável da Autoridade Marítima indica que durante os próximos dias “a ondulação vai diminuir e vai passar a oeste”, diminuindo os riscos para os banhistas.


A Polícia Marítima também esteve a observar as condições de segurança no Forno da Cal e piscina das Portas do Mar.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.