Banca

Instituições de crédito aumentam custo dos empréstimos


 

Lusa/AOonline   Economia   7 de Nov de 2008, 14:33

As instituições de crédito portuguesas aumentaram os custos dos empréstimos no terceiro trimestre, de acordo com o inquérito aos bancos divulgado esta sexta-feira pelo Banco de Portugal.
"A alteração de critérios ter-se-á traduzido em spreads de taxa de juro mais elevados e num aumento da restritividade das restantes condições contratuais", pode ler-se no relatório.

    O aperto dos critérios de aprovação dos empréstimos, diz o Banco de Portugal, ficou a dever-se ao aumento dos custos de financiamento, às restrições de balanço dos bancos e à deterioração dos riscos apercebidos pelas instituições de crédito.

    Segundo o banco central, verificou-se também um "encurtamento das maturidade" dos novos empréstimos concedidos, uma redução dos montantes emprestados e um aumento das exigências de garantias.

    Foram cobradas "maiores comissões e outros encargos não relacionados com as taxas de juro", nota ainda a instituição liderada por Vítor Constâncio, e impostas "outras condições contratuais não pecuniárias mais apertadas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.