OE2011

Igreja pede ao poder político para dar exemplo aos portugueses


 

Lusa/AO online   Economia   24 de Set de 2010, 18:33

O presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social disse esta sexta-feira que o poder político deve dar o exemplo quando pede sacrifícios aos portugueses e defendeu que um eventual aumento de impostos deve incidir nos que “ganham muito”.
Carlos Azevedo falava à margem das Jornadas Nacionais das Comunicações Sociais, que decorreram na quinta-feira e hoje em Fátima, e reagia assim ao anúncio do desacordo entre PS e PSD em matéria de Orçamento do Estado.

O bispo pediu “lucidez e alguma contenção em ordem a haver uma negociação”.

“Não sou comentador político, não sei dar conselhos a esse nível, mas parece-me que o povo português, e as dificuldades reais que muitas pessoas sentem, pedem que haja a possibilidade de um acordo, em ordem ao futuro das pessoas, que salvaguarde os interesses, não partidários ou de lugar de poder, mas sobretudo do bem comum”, disse.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.