Governo Regional alarga a proibição de pesca no Banco Condor até 2020

Governo Regional alarga a proibição de pesca no Banco Condor até 2020

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   28 de Dez de 2017, 10:56

O Governo Regional decidiu alargar a interdição de pesca demersal no Banco Condor até 2020, de acordo com uma portaria publicada hoje em Jornal Oficial.

Uma nota de imprensa do gabinete de comunicação do executivo açoriano recorda que o Banco Condor, que está localizado a 17 quilómetros da ilha do Faial, tem instalado "um observatório científico permanente onde são realizadas campanhas científicas para recolha de dados e para testar novas tecnologias de estudo de ambientes e espécies de profundidade".

A decisão de proibir a pesca naquela área a determinadas artes passa por respeitar os estudos científicos que lá decorrem e que permitem, entre outros âmbitos, "monitorizar as dinâmicas ambientais e biológicas de várias espécies demersais, como o goraz".

Como referiu o Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, citado pela mesma nota, manter este banco como “uma área de referência, onde não existe pesca, é essencial do ponto de vista científico para se perceber a dinâmica natural das espécies, sem a existência da influência humana”. Até porque, sublinhou Gui Menezes, os dados científicos recolhidos sobre a abundância das espécies são “fundamentais para o apoio à decisão e para fazer valer a posição dos Açores junto da Comissão Europeia sobre certas matérias da política de pescas”.

Ainda assim, continua a ser permitida a pesca por via de artes como, por exemplo, o salto e vara para captura de atum, desde que as embarcações estejam autorizadas pela Direção Regional das Pescas e equipadas com sistema de monitorização ou localização contínua em funcionamento.

Entre o pôr e o nascer do sol continua a ser proibida a permanência ou o atravessamento do Condor por qualquer embarcação com artes de pesca a bordo que não estejam autorizadas, nota ainda o gabinete de comunicação.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.