Golo solitário de Jonas dá triunfo ao Benfica em Setúbal

Golo solitário de Jonas dá triunfo ao Benfica em Setúbal

 

Lusa/Ao online   Futebol   8 de Dez de 2018, 22:07

Um golo de Jonas garantiu este sábado ao Benfica um triunfo, por 1-0, sobre o Vitória de Setúbal, em partida da 12.ª jornada da I Liga de futebol, realizada no Estádio do Bonfim, onde os 'encarnados' esbanjaram oportunidades e acabaram em apertos.

Com a sua terceira vitória seguida no campeonato, as 'águias' ascenderam provisoriamente à terceira posição, ultrapassando o Sporting, que só domingo entra em ação na receção ao Desportivo das Aves.

A equipa de Rui Vitória teve as melhores ocasiões do encontro para marcar, mas a finalização esteve longe de ser a desejada, como ilustram as várias oportunidades desperdiçadas, sobretudo por Rafa, e ainda passou por um momento de aflição perto do final, valendo-lhe a atenção do guarda-redes Vlachodimos.

Na cobrança de livres, o Vitória de Setúbal foi a primeira equipa a aproximar-se da baliza contrária, mas foi o Benfica a criar o primeiro lance de perigo, aos 13 minutos, num livre direto a castigar o guarda-redes Cristiano por ter jogado a bola fora da área. Em zona frontal, Jonas rematou contra a barreira sadina.

Depois do aviso, o avançado brasileiro, numa fase em que as o Benfica já tinha o ascendente do jogo, Jonas, que marcou na I Liga pela quarta jornada consecutiva, inaugurou o marcador, aos 17 minutos, num remate desferido no interior da área de baliza, após assistência de Gedson na esquerda.

A perderem por 1-0, os sadinos responderam num remate cruzado de Berto, aos 21 minutos, que levou a bola a passar perto do poste esquerdo da baliza de Vlachodimos. Também de meia distância, mas mais perigoso, foi o remate cruzado de Grimaldo, volvidos dois minutos, que levou a bola a passar perto do poste esquerdo.

Antes do intervalo, o Benfica esteve perto de ampliar a vantagem quando Zivkovic, aos 29 minutos, acertou no poste esquerdo da baliza vitoriana. Aos 36, o mesmo jogador foi determinante ao ajudar a defesa da sua equipa ao cortar ‘in extremis’ a bola quando Éber Bessa se preparava para atirar à baliza das ‘águias’.

Em vantagem no marcador, os comandados de Rui Vitória, que tinham terminado a primeira parte com um remate de Gedson sobre a trave, continuaram a visar a baliza contrária. Aos 51 minutos, após boa jogada de ataque dos benfiquistas, Zivkovic cruzou da esquerda, mas ninguém a surgiu para a desviar.

Aos 57, o Vitória de Setúbal respondeu por Jhonder Cádiz, que já no interior da área viu Gedson impedir-lhe o remate. Na sequência do lance, a bola sobrou para o avançado venezuelano, que cruzou com perigo, mas André Almeida afastou.

Numa fase viva do encontro, aos 58, o Benfica voltou a ficar perto do golo, quando Rafa, servido por Jonas, foi displicente ao rematar sobre a trave da baliza defendida por Cristiano.

Aos 68 minutos, o guarda-redes do conjunto setubalense fez a defesa da noite ao estirar-se para travar um remate colocado de Rafa que, mais uma vez, não foi eficaz na finalização. Aos 79, foi a vez de Zivkovic testar a atenção do guardião.

Apesar da pressão final do Vitória de Setúbal, que ficou perto do golo aos 89 minutos, quando Vlachodimos defendeu um cabeceamento de Jhonder Cádiz, o Benfica segurou a vantagem de um golo, que lhe permitiu sair do Bonfim com três pontos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.