França considera reunião "útil" e "etapa desejável"


 

Lusa/AO online   Economia   23 de Nov de 2012, 16:34

O Presidente francês, François Hollande, considerou que a cimeira europeia sobre o orçamento 2014-2020 foi "útil" e "constituiu uma etapa desejável" para a obtenção de um acordo, apesar de se ter saldado num fracasso.

 

“Este conselho foi útil e correspondeu a uma etapa desejável para procurar um acordo sobre uma perspetiva orçamental”, declarou Hollande em conferência de imprensa.

“Se, no início de 2013, o conselho conseguir reunir-se para concluir [um acordo], isso seria uma boa perspetiva”, acrescentou.

O chefe de Estado francês minimizou o fracasso da reunião dos 27 Estados-membros, ao recordar que no passado “ocorreram sempre dois Conselhos Europeus, um primeiro exploratório, para entender as posições dos principais países e analisar o que pode aproximá-los, e um conselho conclusivo”.

“Não escapámos a essa lógica”, afirmou.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.