Conjuntura

FMI defende manutenção das ajudas do Estado

FMI defende manutenção das ajudas do Estado

 

Lusa / AO online   Economia   26 de Jan de 2010, 14:31

O Fundo Monetário Internacional actualizou em alta as previsões de crescimento para a zona euro, estimando uma subida de 1 por cento no PIB, num ano em que os apoios do Estado às economias devem manter-se e ser "totalmente aplicados".
"Devido à ainda frágil natureza da retoma económica, as políticas orçamentais devem manter os apoios à actividade económica no futuro próximo. Os apoios orçamentais previstos para 2010 devem ser aplicados na íntegra", diz a actualização do World Economic Outlook do FMI.

Entre as recomendações para os Orçamentos para 2010, divulgada no dia em que o Governo português apresenta o Orçamento do Estado para este ano, o FMI sublinha a necessidade de "reduzir os défices orçamentais, mantendo a preocupação de proteger os gastos com os mais pobres e as ajudas externas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.