Durão Barroso garante que 2014 vai ser um ano de ações e resultados

Durão Barroso garante que 2014 vai ser um ano de ações e resultados

 

Lusa/AO Online   Internacional   22 de Out de 2013, 19:41

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, garantiu hoje, por ocasião da adoção do programa de trabalho do seu executivo comunitário para o próximo ano, que 2014 será um ano de resultados e de implementação de medidas no terreno.

A "Comissão Barroso" adotou hoje em Estrasburgo, França, o programa com as prioridades para 2014 - o último ano do segundo mandato de José Manuel Durão Barroso à frente do executivo -, identificando as propostas com vista ao crescimento que devem ser impreterivelmente finalizadas nos próximos meses, a conclusão da união bancária, do mercado único e da agenda digital, e enfatizando a necessidade de as novas medidas no âmbito do novo orçamento plurianual da UE para 2014-2020 ficarem operacionais tão cedo quanto possível, em particular para combater o desemprego jovem.

"2014 vai ser um ano de mostrar resultados e implementação. Só através de ação decisiva e firme poderemos mostrar aos cidadãos e empresários da Europa que podem olhar para o futuro com confiança. É disto que trata o programa de trabalho para 2014: ação decisiva", assegurou Durão Barroso, que garantiu ainda que "a Comissão vai ajudar ativamente o Parlamento e o Conselho europeus a completar o trabalho em torno de todas as propostas importantes ainda pendentes".

Durão Barroso disse que a Comissão vai trabalhar arduamente para acelerar a implementação de medidas no terreno.

"Vamos assegurar que os novos programas de financiamento da UE estarão operacionais atempadamente. Vamos aprofundar a cooperação com e entre os Estados-membros para concretizar a estratégia Europa 2020 através do Semestre Europeu. Há muito sobre a mesa, e a Comissão vai trabalhar para finaliza-lo", disse.

Como pano de fundo do programa de trabalho hoje adotado pelo colégio, está, ainda e sempre, a prioridade no crescimento e emprego, com uma particular atenção ao combate ao desemprego jovem e em facilitar o acesso ao financiamento.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.