Açoriano Oriental
1ª Liga
Daniel Ramos aceita o empate, mas queria mais

Futebol. O empate a uma bola obtido sábado à noite no Bessa deixou o treinador do Santa Clara conformado, embora Daniel Ramos quisesse mais do jogo e da sua equipa.

Daniel Ramos aceita o empate, mas queria mais

Autor: Arthur Melo

Para o treinador dos encarnados de Ponta Delgada, “faltou sermos mais audazes e teremos de perceber melhor até que ponto o empate poderá ser ou não ser um bom resultado. Hoje tive a sensação de que, com melhores decisões e mais tranquilidade, podíamos tirar proveito das fragilidades do Boavista”, atirou o técnico na sala de imprensa do Estádio do Bessa.

Ramos reconhece que a equipa não esteve bem na primeira meia hora, período no qual “não conseguimos em termos ofensivos ter bola e escolher os melhores momentos para atacar a profundidade”, ao passo que do “ponto de vista defensivo também não fomos capazes de contrariar o caudal ofensivo do Boavista nos primeiros 25 minutos. O Boavista esteve bem nesse período, fez um golo, criou mais duas ou três situações perigosas e íamos deitando tudo a perder”, realçou.

A pausa solicitada por Marco para receber assistência médica serviu, disse ainda Daniel Ramos, “para chamar a equipa e retificar alguns aspetos. Fomos bem melhores a atacar, mais sólidos a defender e criámos oportunidades. Até ao fim da primeira parte fomos melhores do que o Boavista e chegámos ao empate”, recordou o técnico.

Mais confortáveis no jogo por via do empate alcançado ainda no primeiro tempo, o treinador do Santa Clara destacou que “a segunda parte foi muito equilibrada em termos de domínio. Nenhuma das equipas perdeu a ideia de querer vencer. Conseguimos três ou quatro boas aproximações, uma ou duas boas oportunidades. Aceito o resultado, não sendo aquilo que queríamos”, finalizou.

Santa Clara e Boavista não foram além de uma igualdade 1-1, sábado à noite, no Estádio do Bessa, em partida da 13.ª jornada da I Liga.


PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.