Conjuntura

Dados demonstram que Portugal está a resistir à crise


 

Lusa/AOonline   Economia   14 de Nov de 2008, 10:19

O ministro da Economia e da Inovação disse esta sexta-feoira à Lusa que os dados hoje divulgados pelo INE, que indicam que Portugal escapou à recessão em 2008, demonstram que o país está a resistir à crise.
A economia portuguesa estagnou no terceiro trimestre deste ano, face aos três meses anteriores, escapando à recessão este ano, de acordo com a estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgada esta sexta-feira.

    "Portugal está a resistir ao mesmo tempo que muitos países estão em recessão. A situação da Europa é muito negativa", afirmou Manuel Pinho.

    "Os números das exportações e do turismo são encorajadores e a solução consiste em manter um forte apoio às empresas para as ajudar no financiamento, nas exportações e na criação de emprego", salientou o ministro.

    O Produto Interno Bruto (PIB) português registou um crescimento nulo no terceiro trimestre, enquanto em termos homólogos (face ao mesmo período de 2007) cresceu 0,7 por cento.

    Em termos trimestrais, a economia tinha crescido também 0,3 por cento no segundo trimestre, e, em termos homólogos, a variação do PIB também tinha sido de 0,7 por cento.

    A Zona Euro (15 países entre os quais Portugal) entrou oficialmente em recessão depois de ter registado uma diminuição do nível de actividade económica de 0,2 por cento no segundo trimestre e uma redução idêntica no terceiro trimestre, de acordo com os dados do Eurostat divulgados esta sexta-feira.

    Os dados do INE estão acima das previsões de Outono da Comissão Europeia, que apontavam para uma queda de 0,3 por cento do PIB no terceiro trimestre e uma nova quebra nos últimos três meses do ano, entrando assim em recessão técnica.

    Recessão técnica é quando uma economia regista variações negativas em dois trimestres consecutivos.

    Analistas contactados pela Lusa tinham apontado uma variação do PIB entre -0,1 por cento e 0,1 por cento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.