Banca

CMVM aplica coima de 3 ME ao BCP por 100 infracções

 CMVM aplica coima de 3 ME ao BCP por 100 infracções

 

Lusa/AO online   Economia   18 de Ago de 2008, 11:25

A Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) decidiu aplicar uma coima de três milhões de euros ao BCP referente a 100 sanções, mas que fica parcialmente suspensa sob condições, anunciou hoje o regulador em comunicado.

    As infracções condenadas pela CMVM referem-se à prática excessiva de intermediação financeira, à violação do dever de evitar conflitos de interesses, à violação do dever de conservadoria e à violação do dever de prestar informação de qualidade à entidade de supervisão.

    Apesar de o total das coimas ultrapassar os cinco milhões de euros, a CMVM decidiu-se pelo cúmulo jurídico referente a 100 sanções e “condenar o arguido numa coima única no montante” de três milhões de euros.

    O regulador diz que se o BCP cumprir algumas condições, a execução da coima em 2,5 milhões de euros fica parcialmente suspensa pelo prazo de dois anos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.