Casamento adiado por recusa de hospital em fazer hemodiálise

Casamento adiado por recusa de hospital em fazer hemodiálise

 

Lusa/AO online   Regional   30 de Nov de 2012, 13:46

Um doente com insuficiência renal residente em Setúbal foi obrigado a adiar o casamento nos Açores devido à recusa do Hospital da Horta, no Faial, em assegurar os tratamentos de hemodiálise, um caso já apresentado ao provedor de Saúde.

José Mestre Jacinto, de 46 anos, disse que tinha casamento marcado para 3 de dezembro com uma açoriana, mas teve de adiar o matrimónio porque o Hospital da Horta alega não ter capacidade para acolher o paciente durante a sua deslocação à ilha.

"Não entendo o motivo de recusa do hospital", lamenta o doente, que considera ter "direito" a fazer uma "vida normal como qualquer outro cidadão", já que efetuou o pedido para a realização temporária das sessões de hemodiálise "com a devida antecedência".

José lembra que "já basta depender de tratamentos para viver" e que não faz sentido que a recusa daquela unidade de saúde comprometa a sua deslocação aos Açores e, pior do que isso, a concretização do seu casamento, que quer realizar na terra da noiva, como manda a tradição.

"É com grande angústia que me aproximo da data da viagem marcada sem qualquer resolução para o meu caso", adianta José Mestre Jacinto, que teme ter de adiar de novo o casamento, agora previsto para 10 de dezembro.

O paciente já apresentou, entretanto, uma reclamação ao provedor de Saúde nos Açores a explicar o caso e aguarda por uma resposta aos seus pedidos de esclarecimento.

A direção clínica do Hospital da Horta recusou os tratamentos no período requerido pelo utente (1 de dezembro de 2012 a 1 de janeiro de 2013), com o argumento de não ter disponibilidade nestas datas para aceitar o doente.

Fonte da unidade de saúde disse que o hospital "não tem capacidade" para acolher mais doentes nos atuais turnos de funcionamento da Unidade de Hemodiálise, pelo que a entrada, mesmo que provisória, de apenas mais um paciente obrigaria a "criar mais um turno".

A Unidade de Hemodiálise do Hospital da Horta garante atualmente o acompanhamento de 20 doentes (12 em hemodiálise e oito em diálise peritoneal).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.