Carlos César destaca "enorme obra social desconhecida de muitos e sem paralelo no país"

Carlos César destaca "enorme obra social desconhecida de muitos e sem paralelo no país"

 

LUSA/AOnline   Regional   1 de Set de 2012, 19:12

O presidente do Governo Regional dos Açores destacou hoje "a enorme obra social" nas ilhas que "mobiliza todos os anos muitos milhões de euros e milhares de técnicos", mas "desconhecida de muitos e sem qualquer paralelo no país".

“Mobilizamos todos os anos o máximo de recursos que podemos. Muitos milhões de euros e milhares de técnicos e colaboradores voluntários que cuidam dos que precisam e que garantem que, na nossa terra, apesar de haver como em todo o lado pobreza, há uma proteção garantida do Governo ao contrário do que acontece em muitos lugares do país ou por esse mundo fora”, afirmou Carlos César.

O presidente do Governo Regional dos Açores falava na inauguração do lar de Idosos, Centro de Dia e Creche da Casa do Povo da Vila de Rabo de Peixe, ilha de S. Miguel, num investimento de cerca de cinco milhões de euros.

Carlos César frisou “a enorme obra social” desenvolvida nos Açores, “desconhecida de muitos e sem qualquer paralelo no nosso país”, salientando que essa "proteção e apoios do Governo Regional" só são possíveis graças a “uma boa e rigorosa gestão das finanças públicas”.

“Estes equipamentos não nascem do ar. Os ordenados que são pagos pelas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) não nascem do ar. Os apoios que damos às pessoas não nascem do ar, nascem de elevados recursos financeiros que graças à gestão das nossas finanças públicas nós temos podido dispensar para apoiar quem mais precisa”, disse, acrescentando que "é despendido um enorme esforço" apoiando financeiramente instituições particulares de solidariedade social, misericórdias, centros sociais e paroquiais e outras organizações não-governamentais" que ajudam “milhares de pessoas nos Açores”.

Carlos César acrescentou que com a inauguração do novo equipamento em Rabo de Peixe "os Açores passam a ter 374 equipamentos de apoio às crianças e jovens, 220 serviços de apoio à terceira idade e 36 serviços de apoio às pessoas com deficiência".

“Por exemplo, só em S. Miguel investimos mais de 25 mil euros por mês, pagando mais de 150 quartos para alojamento de deportados e de sem abrigo”, sublinhou.

Sobre o novo equipamento inaugurado hoje na vila piscatória de Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande, Carlos César disse que vai garantir apoio permanente "a cerca de 40 idosos, dispondo ainda de uma creche com capacidade para cerca de 35 crianças até aos quatro anos e ainda um centro de dia com capacidade para cerca de 25 idosos".

“Quando entrei para o Governo, custa a acreditar nisto, mas não havia na Ribeira Grande qualquer estrutura de apoio às pessoas com deficiência. Agora já temos quatro equipamentos destes no concelho e já abrangemos com serviços de apoio direto no concelho mais de 2.000 crianças e jovens e apoiamos com serviços especializados mais de 800 idosos”, referiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.