Caracas e Teerão vão instalar fábrica de medicamentos

Caracas e Teerão vão instalar fábrica de medicamentos

 

Lusa/AO Online   Economia   20 de Out de 2009, 07:03

Caracas e Teerão estudam a criação conjunta de uma fábrica de medicamentos na Venezuela, no âmbito da cooperação bilateral revelou na segunda-feira o ministro venezuelano do Poder Popular para a Saúde, Carlos Rotondaro.

Segundo aquele responsável o tema foi analisado na segunda-feira num encontro em Caracas em que participou uma comissão técnica iraniana, durante a qual foram abordados também aspectos relacionados com a aquisição de medicamentos para o tratamento do cancro e outras patologias, com o propósito de proporcionar aos venezuelanos qualidade a baixo custo.

“O governo nacional tem distribuído esses medicamentos de maneira gratuita em todo o território nacional. Somos dos poucos países do mundo que cobrem a 100 por cento esta patologia e os avanços em medicina que tem tido o Irão permitir-nos-á ter medicamento de alta qualidade a menor preço”, disse.

Por outro lado, revelou que ambos países prevêem investir entre 5 a 10 milhões de dólares na instalação da fábrica, facilitados através do Banco Venezuelano-Iraniano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.