Bienal do Barreiro mostra ilustração contemporânea para a infância


 

Lusa / AO online   Nacional   6 de Nov de 2007, 15:36

A terceira Bienal Internacional de Ilustração para a Infância arranca sábado no Barreiro, Setúbal, com uma exposição com cerca de 150 ilustrações de meia centena de autores de todo o mundo, entre os quais dois portugueses.
A edição deste ano "dá uma ideia do que é a actual ilustração contemporânea a nível mundial", afirmou à agência Lusa uma das comissárias da Ilustrarte, Ju Godinho.

Até ao final de Janeiro, o Auditório Municipal Augusto Cabrita receberá as ilustrações oriundas de todo o mundo, muitas delas inéditas e a maioria sem terem sido editadas em álbum em Portugal.

Segundo Ju Godinho, as obras expostas apresentam uma grande diversidade de técnicas, do recorte à gravura, da pintura ao digital, para ilustrar sobretudo temas clássicos, como a história do Capuchinho Vermelho.

Entre os 50 autores escolhidos para a bienal, de quem serão exibidas três ilustrações cada, contam-se a ilustradora alemã Susanne Janssen, que venceu este ano o primeiro prémio da Ilustrarte com uma adaptação da obra "Hansel and Grettel", dos irmãos Grimm.

Este ano concorreram à bienal 1360 ilustradores oriundos de 60 países, quase mais 500 participantes do que na edição de 2005.

De Portugal participaram 237 ilustradores, mas apenas dois terão ilustrações expostas no Barreiro.

Teresa Lima, Prémio Nacional de Ilustração 2007, apresenta três trabalhos da adaptação de "Histórias de Animais”, com texto de Rudyard Kipling, e Gémeo Luís expõe três inéditos em recorte de papel.

Nova Zelândia, Austrália, Chile, Turquia, Nicarágua, Irão, França e Itália foram alguns dos países que marcam presença nesta terceira bienal.

Além da exposição central, a Ilustrarte integrará, pela primeira vez, um salão internacional do livro infanto-juvenil.

Entre os dias 08 e 11 de Dezembro este salão do livro infanto-juvenil acolherá vendas de livros, encontros com ilustradores, workshops para crianças e debates entre profissionais do sector de Portugal e de França.

A Ilustrarte realiza-se desde 2003 e tem tido como principal objectivo, segundo a organização, mostrar "que a ilustração é uma arte maior com a qual se pode juntar crianças e adultos".
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.