Brexit

Berta Cabral critica Governo por ausência de estudos sobre impacto na economia

Berta Cabral critica Governo por ausência de estudos sobre impacto na economia

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Mar de 2019, 17:55

A deputada açoriana do PSD Berta Cabral criticou o Governo pela ausência de estudos sobre o "impacto nacional e regional" do 'Brexit' no que diz respeito à economia.

Falando aos jornalistas após uma visita à Direção Regional dos Açores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), a parlamentar lamentou a ausência de estudos económicos sobre os possíveis efeitos de um 'Brexit' sem acordo e criticou o executivo do PS por a matéria estar a ser tratada "em cima do joelho".

"O plano de contingência foi apresentado no parlamento há meia dúzia de dias. Aos anos que se sabe que vai haver 'Brexit', há muito tempo que devia haver um plano B para o caso de não haver acordo", declarou Berta Cabral.

A social-democrata diz ainda que "há um sem número" de problemas que "têm de ser acautelados e resolvidos", nomeadamente o reforço de inspetores do SEF, realidade com que a parlamentar tomou hoje contacto nos Açores.

Em São Miguel há "suficiente" resposta para um eventual reforço nas necessidades de contolo de fronteiras áreas, mas na Terceira e no Faial há "menos técnicos administrativos e inspetores", sinalizou a parlamentar.

Na semana passada, o Conselho Europeu concordou com uma prorrogação da data de saída do Reino Unido da UE até 22 de maio de 2019, desde que o Acordo de Saída seja aprovado pela Câmara dos Comuns até sexta-feira.

Se isso não acontecer, o Conselho Europeu estipulou uma prorrogação até 12 de abril de 2019 e disse que esperava que o Reino Unido indicasse um caminho a seguir antes dessa data para a consideração dos líderes europeus.

O Acordo foi chumbado pelo parlamento britânico a 12 de março com 391 votos contra e 242 votos a favor, uma diferença de 149 votos, repetindo o chumbo de janeiro por 432 votos contra e 202 contra, uma margem histórica de 230 votos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.