Açoriano Oriental
Champions
Benfica proibido de perder, FC Porto pode ficar com ‘pé’ nos oitavos

O Benfica está proibido de perder diante da Real Sociedad, na quarta jornada da Liga dos Campeões em futebol, para poder continuar a sonhar com os oitavos de final, embora só um milagre possa inverter o atual cenário.

Benfica proibido de perder, FC Porto pode ficar com ‘pé’ nos oitavos

Autor: Lusa /AO Online

Com zero pontos e nenhum golo marcado no Grupo D, o campeão nacional português precisa de vencer os três jogos que restam, a começar já no País Basco, contra a líder Real Sociedad (sete pontos), na quarta-feira, pelas 17:45, se ainda quiser almejar os ‘oitavos’, mas precisará que os espanhóis ou italianos do Inter Milão, que também somam sete, não voltem a triunfar até final da fase de grupos.

Perante um cenário que se adivinha quase impossível de inverter, o Benfica deverá concentrar-se em assegurar um lugar no ‘play-off’ da Liga Europa, sendo que, nesta luta, os austríacos do Salzburgo, estão em vantagem, já que somam três pontos no terceiro posto e defrontam o vice-campeão nesta ronda.

Para tentar ‘apagar’ a entrada desastrosa na prova ‘milionária’, a equipa comandada por Roger Schmidt desloca-se a San Sebastián, Espanha, motivada pelo triunfo em Chaves (2-0) para a 10.ª jornada da I Liga, na qual ocupa o primeiro lugar provisório, mas ainda com o desaire no Estádio da Luz (1-0) na memória, precisamente diante dos bascos, que seguem atualmente no sexto posto da La Liga.

Na luta pela sobrevivência na 'Champions', os 'encarnados' devem estar privados dos lesionados de Alexander Bah, Juan Bernat, Kokçu e David Neres.

Se o Benfica vê os ‘oitavos’ por ‘um canudo’, o Sporting de Braga, no mesmo dia, joga uma cartada importante em Madrid, às 20:00 (hora de Lisboa), para o Grupo C, no qual é terceiro posicionado, com três pontos, atrás de Real Madrid, detentor de 14 ‘Champions’, que soma três triunfos e está perto de garantir a qualificação, e Nápoles, segundo, com seis.

No Estádio Santiago Bernabéu, perante o segundo classificado do campeonato espanhol, a missão não se avizinha fácil para os bracarenses, mas a boa exibição no jogo da terceira jornada, na Pedreira – derrota por 2-1 -, poderá repetir-se na capital espanhola, enquanto no outro jogo da ‘poule’ medem forças Nápoles e o último Union Berlim (zero pontos).

Até sábado, o momento da equipa de Artur Jorge não era o ideal, depois de dois empates, um para o campeonato e outro para a Taça da Liga, mas a goleada por 6-1 ao Portimonense terá sido um ‘balão’ de confiança para os bracarenses.

O FC Porto é o clube português mais bem colocado para seguir para os ‘oitavos’ e o primeiro a entrar em campo, num Grupo H em que tem via aberta para o conseguir. Os ‘dragões’ seguem no segundo posto, com seis pontos, contra os nove do líder FC Barcelona, e voltam a enfrentar os belgas do Antuérpia, a partir das 20:00, agora no Dragão, depois da goleada imposta na ronda três (4-1).

Um novo triunfo sobre os estreantes belgas, que não somam qualquer ponto, poderá deixar o clube da Invicta com um ‘pé’ na próxima fase e, para isso, poderá ser útil uma eventual vitória do ‘Barça’ sobre os ucranianos do Shakhtar Donetsk, terceiros da ‘poule’, com três.

Para o encontro de quarta-feira, os 'azuis e brancos' não vão contar com Marcano, Wendell, Zaidu, Iván Jaime e Galeno, todos lesionados, que já tinham falhado o desaire de sexta-feira, na receção ao Estoril Praia (1-0), para o campeonato.

Nos outros grupos da prova, o campeão Manchester City, à semelhança de Real Madrid, FC Barcelona e Bayern Munique, soma três vitórias e diante do Young Boys, da Suíça, é amplamente favorito a obter mais uma na ‘poule’ G, desta vez em Manchester, assim como os alemães, na receção aos turcos do Galatasaray, num Grupo A em que o Manchester United está em ‘maus lençóis’ no terceiro posto, com apenas três pontos.

Os ingleses do Arsenal e os franceses do Lens estão bem encaminhados no Grupo B, face aos perseguidores Sevilha, de Espanha, e PSV Eindhoven, dos Países Baixos, e novos triunfos podem ditar o desejado ‘passaporte’.

Os neerlandeses do Feyenoord, os espanhóis do Atlético de Madrid e os italianos da Lazio animam a luta por dois lugares no Grupo E, que ainda conta com o Celtic, da Escócia, tal como os franceses do Paris Saint-Germain, os alemães do Borussia Dortmund, os ingleses do Newcastle e os italianos do AC Milan, todos com hipóteses de seguir em frente no F, provocando a incerteza até final.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados