Belgas Jaguar Jaguar venceram 24.º Festival Termómetro


 

Lusa/Ao online   Cultura e Social   13 de Jan de 2019, 19:26

Os belgas Jaguar Jaguar venceram no sábado, em Lisboa, o 24.º Festival Termómetro, um concurso português de divulgação de novos talentos de música criado em 1994, revelou a organização.

A final do Festival Termómetro aconteceu no sábado à noite no cinema São Jorge, em Lisboa, com atuações dos artistas finalistas: Jaguar Jaguar (Bélgica), Maro (Portugal), Gator the Alligator (Portugal), Musculo! (Espanha) e Kings of the Beach (Espanha).

Os Jaguar Jaguar são oriundos da Bélgica e nasceram no verão passado, depois de umas férias que os músicos passaram em Espanha. Entre a praia e o estúdio improvisado em casa, escreveram canções "que resultaram em faixas melódicas e cativantes", refere o festival.

O grupo terá agora oportunidade de atuar nos festivais NOS Alive (em julho no Passeio Marítimo de Algés) e Bons Sons (em agosto em Cem Soldos), vai gravar um 'videoclip' e terá acesso a 20 horas de gravação em estúdio.

Os cinco finalistas deste ano foram escolhidos em nove eliminatórias, que decorreram noutras tantas cidades portuguesas (Ponta Delgada, Porto, Cascais, Viseu, Lisboa, Aveiro, Funchal, Évora e Faro).

No ano em que chegou pela primeira vez aos arquipélagos da Madeira e dos Açores, a participação no concurso foi reaberta a bandas de toda a Europa.

Do júri fizeram parte os promotores Álvaro Covões, Luís Montez e João Carvalho, pelo diretor do Bons Sons, Luís Sousa Ferreira, pelo jornalista Nuno Galopim, pelo radialista Henrique Amaro e pelos músicos Hélio Morais, Samuel Úria, Joaquim Albergaria, Ana Bacalhau, Pedro de Tróia, Pedro Mafama, João Vieira, Jorge Romão, José Pedro Leitão, David Santos e Alex D'alva Teixeira.

Desde 1994 participaram no Festival Termómetro mais de 500 bandas e artistas, entre os quais Ornatos Violeta, B Fachada, Capicua, DJ Ride, Mazgani, Ana Bacalhau, David Fonseca, Noiserv, Richie Campbell, Whales, Salto e Tatanka.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.