Belenenses SAD continua na Taça de Portugal após vitória ‘segura’ sobre o Pevidém


 

AO Online/ Lusa   Futebol   19 de Out de 2019, 19:53

O Belenenses SAD apurou-se este sábado para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, após o triunfo no terreno do Pevidém por 2-0, num jogo da terceira eliminatória em que foi melhor, apesar da réplica adversária.

Depois de uma primeira parte equilibrada na maior parte do tempo, a formação da I Liga portuguesa adiantou-se no marcador aos 44 minutos, num lance em que Robinho marcou de calcanhar à segunda tentativa, após defesa de André Preto, e garantiu a segunda vitória oficial da época aos 72, quando Licá, isolado, atirou ao poste da baliza minhota, mas concretizou na recarga.

Debaixo de chuva intensa em São Jorge de Selho, freguesia do concelho de Guimarães também designada de Pevidém, o líder da Pró-Nacional, campeonato principal da Associação de Futebol de Braga, equilibrou o duelo com o Belenenses SAD nos 20 primeiros minutos, marcados pelas lutas a meio-campo em cada duelo, mas pela falta de ocasiões de perigo.

A partir daí, com a chuva a dissipar-se, a formação lisboeta ‘empurrou' o jogo na direção da baliza pevidense e chegou à vantagem perto do intervalo, por Robinho, já depois de quase ter marcado num cabeceamento de Totas na direção da própria baliza, defendido por André Preto (25 minutos), e num remate de Licá, travado pelo guarda-redes anfitrião (39).

Sem tempo de reagir ao tento sofrido na primeira parte, a turma vimaranense subiu no terreno mais vezes após o intervalo e conseguiu mesmo uma série de cruzamentos para a área contrária, embora sem criar qualquer situação clara de golo.

Já o 16.º classificado da I Liga desperdiçou a primeira ocasião flagrante do segundo tempo, quando Robinho, assistido por Silvestre Varela, rematou por cima da baliza, no ‘coração' da área, aos 54 minutos, mas não a segunda, com Licá a aproveitar um passe errado de Emanuel para se isolar e sentenciar a partida.

Nos 10 minutos finais, Mateo Cassierra e Tomás Ribeiro ainda desperdiçaram a hipótese de fazerem o terceiro golo para a equipa de Pedro Ribeiro.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.