'Aquário visual' é atracção no Centro de Interpretação Ambiental do Boqueirão


 

Lusa / AO online   Regional   10 de Nov de 2009, 17:53

Um ‘aquário visual’, onde é possível admirar algumas das espécies que habitam no mar dos Açores, é um dos principais atractivos do Centro de Interpretação Ambiental do Boqueirão, inaugurado esta terça-feira em Santa Cruz das Flores.
O ‘aquário’, constituído por mais de uma dezena de ecrãs onde passam vários filmes sobre algumas das espécies marinhas dos Açores, está integrado numa área dedicada ao mar, onde também se destaca um espaço sobre a biologia do cachalote.

Este centro de interpretação inclui ainda uma vertente de educação ambiental, onde está actualmente patente uma exposição sobre o cagarro, na sequência da campanha em curso nos Açores para salvar esta ave marinha.

A obra hoje inaugurada, orçada em cerca de 700 mil euros, servirá ainda como “porta de entrada” para o futuro Parque Natural de Ilha das Flores, que deverá ser criado nos próximos meses.

Na cerimónia de inauguração, o presidente do governo regional, Carlos César, destacou a importância de “conhecer o meio que nos rodeia”, salientando o papel que este centro poderá desempenhar, nomeadamente junto dos alunos das escolas e dos turistas que se deslocarem às Flores.

O centro de interpretação ambiental foi construído nas imediações da antiga fábrica da baleia, onde está também a ser instalado um núcleo museológico dedicado à actividade baleeira.

Este futuro núcleo do Museu das Flores terá como principal novidade a exploração interactiva dos conteúdos, com recurso a modernas tecnologias de informação.

Na intervenção que proferiu na cerimónia de inauguração do centro de interpretação ambiental, Carlos César salientou os investimentos em curso nas Flores que visam garantir a “qualidade e sustentabilidade ambiental”, entre os quais a nova central termoeléctrica e o centro de tratamento de resíduos, que deverá “resolver o problema do lixo urbano nas ilhas do Grupo Ocidental”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.