Apresentado novo avião civil na Rússia


 

Lusa/AO   Internacional   26 de Set de 2007, 09:14

O novo avião Sukhoi Superjet-100, hoje apresentado ao público em Amur (extremo oriente russo), é considerado "a grande esperança da indústria aeronáutica civil" russa.
A apresentação do aparelho, que decorreu na Fábrica de Aeronáutica de Komsomolsk em Amur, contou com a presença do primeiro vice-primeiro-ministro russo, Serguei Ivanov.

    "O avião SuperJet-100 é produto do esforço de milhares de pessoas que integraram a equipa de criadores deste aparelho único no seu género", declarou o director do grupo Sukhoi, Mikhail Pogossian, que expressou o agradecimento aos governos da Rússia, Itália e França pelo apoio prestado ao projecto.

    O novo avião, com capacidade para transportar 100 passageiros, foi criado com recurso às tecnologias mais avançadas e começará a operar antes dos finais de 2007.

    Em Novembro de 2008, a Aeroflot, principal transportadora aérea russa, receberá os primeiros aviões de passageiros.

    Clientes nacionais e estrangeiros já assinaram contratos para a aquisição de 71 aparelhos SuperJet-100. Até ao fim do ano, a carteira de encomendas aumentará até 100 aviões.

    Este novo avião, em que as autoridades russas depositam grandes esperanças para recuperar a aviação civil, foi construído graças à cooperação de especialistas russos, franceses e italianos.

    O consórcio francês SAFRAN garante o fabrico de cerca de 28 por cento dos componentes necessários à construção do SuperJet-100.

    O financiamento é feito por bancos russos e estrangeiros e a venda realizada por uma empresa mista criada pela Sukhoi, empresa russa de aeronáutica, e pela companhia italiana Alenia Aeronáutica, que investiu mais de 250 milhões de euros no projecto.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.