Açoriano Oriental
Escola
Escola Secundária da Lagoa

Trabalho em Ciência Biomolecular na ESLagoa


A Tecnologia Biomolecular é considerada uma das áreas científicas com maior desenvolvimento no Séc. XXI. Para termos uma ideia da sua importância, basta constatarmos que é com recurso a esta tecnologia que se realizam os testes para a deteção do SARS-coV-2, essenciais na atual situação pandémica. É inquestionável a forma como esta tecnologia começa a fazer parte das nossas vidas sem nos apercebermos, da mesma forma, como passa despercebida a rapidez com que evolui. As novas gerações têm pela frente grandes desafios nesta área e como educadores, temos o privilégio de muitas vezes sermos nós a levantar o véu destes conteúdos que surgem “ao de leve” nos programas curriculares (12º ano de Biologia).

Em Portugal, as escolas não realizam trabalho experimental nesta área pois o custo dos equipamentos e dos consumíveis necessários são demasiado elevados e existem outras prioridades de investimento. Em 2018, docentes de Biologia de uma Escola Secundária da Suécia, Ӧrkelljunga utbildningscentrum desafiaram-nos a desenvolver um projeto nesta área e a concorrer ao programa ERASMUS+. Surge então o projeto Scientific Methodology in Biomolecular Sciences que foi concluído em fevereiro de 2020.

 

O balanço deste ano e meio de trabalho não podia ter sido mais positivo e gratificante. Valeu a pena o esforço de todos os participantes. Foi um projeto riquíssimo a vários níveis: Cultural; Línguístico (inglês); Social; Institucional, enfim… uma experiência única. A vertente científica como área nuclear do projeto foi trabalhada em ambas as escolas e permitiu constatar o distanciamento na prática pedagógica do ensino experimental desta área científica.  A Escola Sueca, com cerca de 200 alunos, possuía todo o equipamento necessário para a realização de trabalho laboratorial em biomolecular, assim como a formação dos docentes. Esta experiência permitiu que os alunos da ESL (atualmente no ensino universitário) adquirissem na Suécia alguns conhecimentos básicos da área Biomolecular e pudessem realizar um Workshop na ESL para os alunos Suecos.

            Neste momento a ESL é a única escola da região dotada com todo o equipamento necessário para trabalhar em Biomolecular o que nos permitiu desenvolver todo o projeto científico de investigação na escola e em parceria com a Universidade dos Açores.

            Os dois países trabalharam em conjunto o mesmo tema científico, Em busca de hospedeiros secundários de Fasciola hepatica pois trata-se de um parasita que afeta o fígado do gado em ambos os países e que causa algum impacto económico negativo. O objetivo do projeto era investigar se a disseminação do parasita pode ser realizada por mais hospedeiros secundários (outras espécies de caracóis de água doce) para além do que atualmente se conhece como hospedeiro, a Galba truncatula.  

            A conclusão da parte científica foi realizada pelos alunos Diogo Sousa, Filipa Vieira e Miguel Soares do 12ºA com a preciosa orientação científica da Professora Doutora Ana Cristina Costa e a Investigadora Manuela Parente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade dos Açores.

            O confinamento não foi suficiente para impedir a conclusão deste projeto e com muito esforço e dedicação de todos os envolvidos foi submetido ao 28º Concurso Nacional de Jovens Cientistas e Investigadores 2020.

            Muito obrigada a todos que direta ou indiretamente contribuíram para a realização deste projeto.

 

Alexandra Seara e Rosário Guiomar

Coordenadoras do Projeto Erasmus+ na ESL

AO Escolas

É importante haver um jornal escolar
Hoje em dia, a nossa escola dá-nos algumas oportunidades para que o nosso trabalho seja mais conhecido e valorizado. A meu ver, o jornal escolar tem uma importância enorme para os alunos.
 
Escola Secundária da Lagoa
Geocaching em tempo de verão e férias – Alguns desafios…
Desde março passado que as atividades deste Clube têm sido extremamente limitadas em virtude da existência desta pandemia do Covid19. Assim e por decisão superior, foram adiadas várias atividades que estavam projetadas para este terceiro período, nomeadamente: as visitas de estudo para o Salto do Cabrito e para as Sete Cidades (esta última organizada em conjunto com o Clube Náutico da lagoa), a conferência sobre Geocaching e Literatura e os vários eventos previstos (em particular o evento CITO)! Assim neste trimestre as atividades do Clube, limitaram-se à realização da manutenção de algumas das caches do Clube e na participação mensal nos “jornais” Diário da Lagoa e Neurónio. Desde o mês de junho, e sendo possível já algum “desconfinamento”, alguns alunos e professores já foram “encontrar” algumas caches…
 
Escola Secundária da Lagoa
DesenvoLver, Expressar, Crescer
Perdidos no meio da diversidade, de tanta novidade tecnológica e multimédia, centrados em tantas redes sociais e de olhos colados, quase todo o dia, a um ecrã, cada vez é mais difícil colocar um livro nas mãos de qualquer adolescente.
 
Escola Secundária da Lagoa

Notícias AO

"Registos de novos AL caem para metade em Ponta Delgada"
"Registos de novos AL caem para metade em Ponta Delgada" é a manchete deste domingo do Açoriano Oriental.
 
Governo Regional convida Açorianos a participar na Agenda para relançamento social e económico dos Açores
O Governo dos Açores apresentou sexta-feira, em Ponta Delgada, uma anteproposta de Agenda para o Relançamento Social e Económico da Região Autónoma dos Açores, com vista à recuperação e transformação social e económica da Região nesta nova fase de regresso progressivo à normalidade, contando para isso com a participação de todos os Açorianos
 
Benfica contrata defesa Gilberto e guarda-redes Helton Leite até 2025
Os futebolistas brasileiros Gilberto, defesa proveniente do Fluminense, e Helton Leite, guarda-redes que pertencia ao Boavista, são os mais recentes reforços do Benfica, tendo ambos assinado contrato até 2025, anunciou hoje o clube lisboeta.
 
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.