Açoriano Oriental
Escola
Escola Secundária da Lagoa

Preciso ver outras histórias


Nas calma das Lagoas

É difícil. Um dia, temos as pessoas mesmo ao nosso lado e nem sempre as ouvimos. No dia seguinte, percebemos que o nosso egoísmo não é nada, se comparado com as saudades de quem passava os dias connosco. Momentos… Tão simples e tão necessários.

O que mais me assusta é que não tenho muitas palavras para dizer o que sinto, ainda estou a tentar perceber a situação.

É importante manter a escola, claro. Mas neste momento, é o que menos me preocupa… Estou a tentar dar prioridade à minha saúde mental. Porque as coisas não são tão simples como parecem… nunca vão ser. Fechei-me em casa, isolei-me. Não houve outra opção, nem me preparei.

Não consegui dizer que tinha saudades, e ainda não o disse. Vai doer mais, e a maneira como tudo ficou tão vazio, arrepia.

E o que mais magoa é saber que um abraço já não é o que era. Era uma coisa tão usada, tão vista… E agora, tornou-se em tudo o que nos falta. Porque temos de pensar no bem-estar dos outros, e no nosso. E manter a distância já não é frieza, é agora amor.

Mesmo que queiramos dar apoio uns aos outros, agora tudo é frio e calado. Nunca fui fã de chamadas, para que me possam apenas ver, porque não vemos sentimentos através de uma tela. E qualquer pessoa pode parecer bem, quando muitas vezes, se sente sozinha e sem esperança, a pensar no que está por vir. A pura verdade é que nada disto substitui ou regenera a presença de quem queríamos ter por perto. E, acabamos por ficar todos um pouco mais solitários, à deriva.

Olhar nos olhos, sorrir ao mesmo tempo, apanhar uma flor e entregá-la a quem nos significa alguma coisa? Já não se pode demonstrar quase nada… Temos de conter quase tudo.

Vemo-nos uns aos outros através de um computador, pois, é a única solução.

Aulas à distância… Talvez se aprenda, mas não se sente.

Na minha opinião, o essencial não é apenas aprender. Desenvolver a nossa intelectualidade não é tudo.

Antes, esquecíamos a matéria por algum tempo. Aproveitávamos o sol, íamos lá para fora e convivíamos… E, se estivesse difícil aguentar a pressão, havia tempo para nos curarmos, no fim, com algumas lágrimas e muitos abraços.

Agora, é a época difícil. Reparamos na presença de uns e de outros, mas não sabemos o que lhes vai na alma. É isso que mete medo…

Este tempo obriga-nos a ver tudo por outra perspetiva, eu tenho saudades.

E apercebi-me disso quando, no fim da aula, um adeus (antes TÃO comum) foi o suficiente para me fazer chorar um pouco. E pensar, no quanto tudo se tornou frio. E impessoal.

Esperemos que tudo passe, e que possamos ler os outros outra vez. Durante este tempo, li o meu livro várias vezes, agora precisava de ver outras histórias.

 

Mariana Sousa, 10.º Ano

AO Escolas

É importante haver um jornal escolar
Hoje em dia, a nossa escola dá-nos algumas oportunidades para que o nosso trabalho seja mais conhecido e valorizado. A meu ver, o jornal escolar tem uma importância enorme para os alunos.
 
Escola Secundária da Lagoa
Geocaching em tempo de verão e férias – Alguns desafios…
Desde março passado que as atividades deste Clube têm sido extremamente limitadas em virtude da existência desta pandemia do Covid19. Assim e por decisão superior, foram adiadas várias atividades que estavam projetadas para este terceiro período, nomeadamente: as visitas de estudo para o Salto do Cabrito e para as Sete Cidades (esta última organizada em conjunto com o Clube Náutico da lagoa), a conferência sobre Geocaching e Literatura e os vários eventos previstos (em particular o evento CITO)! Assim neste trimestre as atividades do Clube, limitaram-se à realização da manutenção de algumas das caches do Clube e na participação mensal nos “jornais” Diário da Lagoa e Neurónio. Desde o mês de junho, e sendo possível já algum “desconfinamento”, alguns alunos e professores já foram “encontrar” algumas caches…
 
Escola Secundária da Lagoa
DesenvoLver, Expressar, Crescer
Perdidos no meio da diversidade, de tanta novidade tecnológica e multimédia, centrados em tantas redes sociais e de olhos colados, quase todo o dia, a um ecrã, cada vez é mais difícil colocar um livro nas mãos de qualquer adolescente.
 
Escola Secundária da Lagoa

Notícias AO

"Registos de novos AL caem para metade em Ponta Delgada"
"Registos de novos AL caem para metade em Ponta Delgada" é a manchete deste domingo do Açoriano Oriental.
 
Governo Regional convida Açorianos a participar na Agenda para relançamento social e económico dos Açores
O Governo dos Açores apresentou sexta-feira, em Ponta Delgada, uma anteproposta de Agenda para o Relançamento Social e Económico da Região Autónoma dos Açores, com vista à recuperação e transformação social e económica da Região nesta nova fase de regresso progressivo à normalidade, contando para isso com a participação de todos os Açorianos
 
Benfica contrata defesa Gilberto e guarda-redes Helton Leite até 2025
Os futebolistas brasileiros Gilberto, defesa proveniente do Fluminense, e Helton Leite, guarda-redes que pertencia ao Boavista, são os mais recentes reforços do Benfica, tendo ambos assinado contrato até 2025, anunciou hoje o clube lisboeta.
 
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.