Orçamento de Estado 2008

Vitalino Canas "desconhece" pedido de abstenção do PS /Madeira


 

Lusa/AO   Nacional   8 de Nov de 2007, 07:37

O porta-voz do PS, Vitalino Canas, reafirmou quarta-feira que todos os deputados socialistas estão vinculados ao Orçamento de Estado para 2008, embora "desconhecendo" a decisão tomada pelos eleitos da Madeira de se absterem de votar a proposta do Governo.
"Desconheço mas confirmo tudo o que já disse antes", reagiu Vitalino Canas em declarações à Agência Lusa, ao ser questionado sobre o apelo à abstenção na votação na generalidade do Orçamento de Estado para 2008 feito pelo presidente e Secretariado do PS/Madeira.

    João Carlos Gouveia e o Secretariado do PS/M decidiram quarta-feira à noite, por unanimidade, "solicitar aos três deputados eleitos nas listas do PS pelo Círculo Eleitoral da Madeira que se abstenham na votação na generalidade do Orçamento de Estado de 2008".

    "Há uma disciplina de voto do grupo parlamentar", reiterou Vitalino Canas, lembrando declarações anteriores sobre esta matéria, e sublinhando "nada ter a acrescentar" ao que já dissera.

    "O Orçamento de Estado é um documento de cumprimento do Programa do Governo, portanto, em relação a ele todos os deputados do PS estão vinculados", afirmara o porta-voz do PS em declarações recentes à Lusa.

    A decisão do novo líder do PS/Madeira é encarada como uma resposta para o caso de o Governo não atender aos pedidos de investimento naquela Região Autónoma.

    João Carlos Gouveia acusara o PS nacional de falta de solidariedade com os madeirenses, defendera que os Governos têm investido pouco na Região nos últimos 30 anos e exigira que o OE para 2008 inclua investimentos para a Madeira ao nível dos Ministérios da Justiça, Administração Interna e Assuntos Parlamentares.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.