Açoriano Oriental
Benfica/Eleições:
Vieira venceu com mais votos e mais votantes em todos os escalões

Luís Filipe Vieira foi reeleito para a presidência do Benfica, para o sexto mandato, ao somar mais votos e mais votantes, em todos os escalões, no sufrágio mais participado de sempre do clube, ocorrido na quarta-feira.

Vieira venceu com mais votos e mais votantes em todos os escalões

Autor: Lusa/AO Online

De acordo com os resultados do ato eleitora, anunciados pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral do clube, Virgílio Duque Vieira, Luís Filipe Vieira, que lidera os ‘encarnados’ desde 2003, somou 471.660 votos (62,59%), correspondentes a 22.787 votantes (59,8%).

Nas eleições mais participadas de sempre, em que 38.102 sócios exerceram o direito de voto, para um total de 753.578 votos, o número alcançado pelo presidente ‘encarnado’ supera, em mais de uma centena o total de votantes do anterior sufrágio mais participado (22.676), que remontava à vitória de Vieira sobre Rui Rangel, em 2012.

Vieira foi reeleito para o quadriénio 2020-2024 por 59,8% dos votantes (22.787 sócios), vencendo nos quatro escalões (50, 25, 5 e um voto), contra 37,6% da lista B, liderada por João Noronha Lopes, que contabilizou 261.574 votos (34,71%), e 1,5 % (603 sócios) da lista D, encabeçada por Rui Gomes da Silva, que somou 12.341 votos (1,64%).

Os resultados oficiais do ato eleitoral de quarta-feira registaram ainda 8.003 votos em branco (1,06%), correspondentes a 375 sócios, e três nulos.

Nos anteriores cinco atos eleitorais, Vieira tinha sido sempre eleito com uma percentagem de votos acima dos 80%, com 90,47% em 2003, frente a Jaime Antunes (7,32%) e Guerra Madaleno (0,7%), 91,74% em 2009, perante Bruno Costa Carvalho (2,71%), e 83,02% em 2012, diante Rui Rangel (13,83%). Em 2006 e 2016, quando foi candidato único, acolheu, respetivamente 95,6% e 95,52% dos votos.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.