Teerão e Washington vão debater segurança «a muito curto prazo»


 

Lusa/Ao online   Internacional   20 de Nov de 2007, 08:56

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Manucher Mottaki, afirmou hoje que Teerão aceitou realizar a “muito curto prazo” uma nova ronda de negociações com Washington sobre a segurança no Iraque, informou a agência iraniana Irna.
Numa conferência de imprensa em Teerão, no final de um encontro com o homólogo sírio, Waleem Muslem, Mottaki disse que os Estados Unidos apresentaram uma petição para realizar esta ronda através da embaixada suiça em Teerão, que representa os interesses de Washington naquele país.

    “A resposta do Irão é positiva porque estas negociações servem para ajudar o povo iraquiano”, afirmou o ministro iraniano.

    O Irão e os Estados Unidos realizaram desde Maio último três rondas de conversações sobre o restabelecimento da segurança no Iraque. A primeira ronda representou o primeiro contacto entre os dois países em mais de 27 anos.

    Para o restabelecimento da segurança no Iraque, Irão exige o apoio inequívoco do governo do primeiro-ministro iraquiano, o xiita Nuri al-Maliki, e o anúncio de Washington de um calendário de retirada das tropas norte-americanas do territorio iraquiano.

    O regime xiita de Teerão, que tem especial influência sobre a comunidade xiita (maioritária) iraquiana, também pediu repetidamente a transferência de todas as responsabilidades da segurança das tropas multinacionais para a policía e para o exército iraquianos.

    Por outro lado, Washington acusa Teerão de apoiar milícias radicais xiitas e grupos de rebeldes activos contra as tropas norte-americanas no Iraque. Teerão negou repetidamente estas acusações.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.