Açoriano Oriental
São Miguel vai ter mais de 300 vagas novas e requalificadas em creches

O presidente do Governo inaugurou esta quinta-feira a creche e o centro de atividades de tempos livres do Centro Intergeracional de Ponta Garça, onde anunciou que, na ilha de São Miguel, entre obras que estão a decorrer e intervenções que se vão iniciar até final deste ano, está prevista a requalificação e criação de mais de 300 vagas em creches.


Foto: GaCS/JAR
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

“Para falar apenas da ilha de São Miguel, posso anunciar que, entre intervenções que estão em curso e intervenções que se vão iniciar até final deste ano, estamos a falar da melhoria ou do aumento da capacidade que resulta, no global, em mais de 300 vagas em creches”, afirmou Vasco Cordeiro, citado em nota.

O presidente do Executivo disse, ainda, que "desde 2012, aumentamos em 926 o número de vagas em creches por toda a Região. Apenas entre janeiro de 2018 e janeiro de 2020, foram criadas mais cerca de 200 vagas em várias ilhas neste tipo de valência. É disso que nós falamos quando falamos de resultados”.

Vasco Cordeiro garantiu que estes resultados não descansam o Executivo, que tem a consciência de que, "apesar do muito que já foi feito, também há aspetos em que é ainda necessário fazer mais e fazer melhor”.

Na inauguração da primeira fase do Centro Intergeracional de Ponta Garça, um investimento de cerca de dois milhões de euros, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca do Campo, e que criou mais de 90 novos lugares para crianças, o presidente do Governo dos Açores assegurou que a segunda fase vai contemplar um centro de dia, mas também um lar de idosos.

“Este investimento prevê a construção de um centro de dia, mas eu gostaria de anunciar que já dei orientações à senhora Secretária Regional da Solidariedade Social no sentido de se refazer este projeto para contemplar a criação, na Ponta Garça, de um lar de idosos, com capacidade para 25 utentes”, disse.

Neste momento, o projeto está a ser revisto para contemplar a criação do lar de idosos e já foram iniciados contactos para que, no que se refere à área de implantação desta valência, se possa contar com o espaço necessário para esta infraestrutura.

“Espero que, até final deste ano, esteja tudo concluído desse ponto de vista para que, no próximo ano, possa arrancar a obra de construção do centro de dia e do lar de idosos deste centro intergeracional”, sublinhou Vasco Cordeiro.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.