Açoriano Oriental
Santa Clara festeja a subida à I Liga com vitória em Mafra

O Santa Clara venceu o Mafra por 2-0, em jogo da 33.ª jornada da II Liga de futebol, num jogo que dominou e em que entrou já a saber que tinha lugar garantido na I Liga 2024/25.

Santa Clara festeja a subida à I Liga com vitória em Mafra

Autor: Lusa/AO online

Os golos dos açorianos foram alcançados logo no início do encontro, por Safira, aos sete minutos, e Calila, aos 13.

Com este resultado, o Santa Clara ocupa a primeira posição da tabela, com 70 pontos, e na próxima jornada, a última, pode vencer a prova, caso bata a União de Leiria ou o Nacional não vença, em casa, o Mafra.

Já os ‘saloios’, que hoje tiveram um jogo apático, estão num tranquilo oitavo lugar, com 44 pontos, mas têm ainda o objetivo de subir lugares na classificação.

Ao saber da promoção à I Liga antes do apito inicial, o Santa Clara entrou em campo galvanizado e não demorou a passar para a liderança do marcador.

Aos sete minutos, Safira inaugurou o marcador, com o seu sexto golo na prova. Depois de um lance pela esquerda do ataque, MT fez o cruzamento e o avançado surgiu ao primeiro poste a concretizar.

O clima, que já era de festa, mais animado ficou e o Santa Clara, pouco depois, fez o 2-0, por Diogo Calila, após um cruzamento preciso de Adriano Firmino. O Santa Clara estava solto no encontro e o Mafra sem espaço e tempo para respirar.

O melhor que os ‘saloios’ conseguiram foi um remate forte de Pité a fechar a primeira parte, mas nem esse lance valeu, pois o médio estava em fora de jogo.

Na segunda parte, voltou a repetir-se o cenário do primeiro tempo, com o Santa Clara a entrar mais concentrado e rapidamente a abeirar-se da baliza de André Paulo. Safira voltou a dispor de uma grande oportunidade, mas desta feita não conseguiu chegar ao cruzamento de MT.

Aos 55 minutos, surgiu o primeiro lance de real perigo para o Mafra, com Miguel Falé a rematar ao poste. O avançado ganhou nas alturas, cabeceou, mas a bola acabou no ‘ferro’ da baliza de Gabriel Batista.

Até final, o Santa Clara, claramente por cima no encontro, geriu o ritmo, fez a festa, e o melhor que o Mafra conseguiu foi uma oportunidade desperdiçada por Mesaque Dju na cara do guarda-redes.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados