Segurança

Rui Pereira debate criminalidade violenta com Gabinete Coordenador de Segurança


 

Lusa/AO online   Nacional   29 de Ago de 2008, 11:47

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, reúne-se com o Gabinete Coordenador de Segurança, para debater a criminalidade violenta e as medidas que o Procurador-Geral da República (PGR) anunciou quinta-feira para combater o fenómeno.
O Gabinete Coordenador de Segurança é o órgão especializado de assessoria e consulta para a coordenação técnica e operacional da actividade das forças e serviços de segurança.

    Entre outras medidas e sugestões, o PGR, Pinto Monteiro, anunciou a criação de "unidades especiais" para combater a criminalidade violenta, que funcionarão nos Departamentos de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, Porto, Coimbra e Évora, contando com a colaboração das forças e serviços de segurança (Polícia de Segurança Pública, Guarda Nacional Republicana e Serviço de Estrangeiros e Fronteiras).

    Essas medidas foram previamente concertadas entre o PGR e o ministro da Administração Interna.

    Entretanto, o ministro Rui Pereira anunciou quinta-feira à noite, no programa Grande Entrevista, da RTP1, que o Governo vai propor, para travar o crime violento, a alteração da Lei das Armas, para que seja aplicada a prisão preventiva nos casos envolvendo uso de armas.

    O governante revelou que a "modificação da Lei das Armas" deverá prever para "todos os casos de agentes do crime com posse de arma" a detenção e a apresentação a um juiz e a consequente prisão preventiva, medida de coacção mais grave.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.