Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   7 de Nov de 2007, 05:41

O debate sobre o Orçamento de Estado, a detenção em Portugal de um suspeito de terrorismo e o acidente com um autocarro na A-23 são hoje os temas comuns nas capas dos matutinos lisboetas.
O Público diz que Santana Lopes perdeu o primeiro frente-a-frente com Sócrates e escolhe uma frase do líder do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, para ilustrar o sentimento geral em relação ao primeiro dia de debate do Orçamento de Estado no plenário da Assembleia da República.

    "Devolvam os bilhetes", disse Francisco Louçã quando o debate entre Santana Lopes e Sócrates já ia a meio.

    O Correio da Manhã (CM) faz manchete com o anúncio feito terça-feira por José Sócrates durante o debate de que a vacina contra o cancro do colo do útero será integrada no plano nacional de vacinação.

    "Vacina grátis contra o cancro do útero", escreve o jornal, adiantando que a medida vai abranger 50 mil jovens dos 12 aos 16 anos a partir de 2008.

    O Jornal de Notícias (JN) destaca os apoios do Estado para os tratamentos de infertilidade, outra das medidas apresentadas pelo primeiro-ministro no Parlamento.

    O Diário de Notícias (DN) afirma que o "Orçamento de Estado dá margem para baixa de impostos", o Jornal de Negócios (JdN) sustenta "Sem duelo e com pouco debate na AR" e o Diário Económico (DE) constata "Sócrates aproveita debate para anunciar medidas para a Saúde".

    Os jornais dão ainda conta da detenção no Porto de um argelino suspeito de terrorismo no âmbito de uma operação internacional lançada terça-feira em Itália e que envolveu ainda a França e o Reino Unido.

    "Argelino suspeito de terrorismo era barbeiro no Porto" (JN), "Suspeito de terrorismo vivia em Portugal há 3 anos" (DN) e "Argelino preso por terrorismo"(CM) foram os títulos escolhidos pelos jornais.

    A colisão segunda-feira entre um autocarro da Câmara de Castelo Branco e um veículo ligeiro na A-23, que provocou 15 mortos e 21 feridos, continua hoje a marcar as primeiras páginas dos jornais que acompanharam os primeiros funerais das vítimas e levantam hipóteses para a causa da tragédia.

    O JN titula "Maioria das vítimas não levaria cinto", o Público diz "Toque de ligeiro terá provocado acidente na A23", o DN adianta que "Condutora (do ligeiro) não pediu ajuda", enquanto o CM acompanhou os funerais das primeiras vítimas e cita uma testemunha, escrevendo "Só ouvia pessoas a gemer".

    O 24horas dá conta do "drama da mulher que chocou com o autocarro", uma jovem de 31 anos, mãe de um bebé de 9 meses.

    O Público escreve em manchete que as finanças detectaram falta de 700 milhões de euros em impostos, enquanto o Diário de Notícias afirma que o Governo quer autorizar escutas telefónicas feitas pelos Serviços de Informação e Segurança (SIS).

    Os jornais económicos trazem nas primeiras páginas os últimos desenvolvimentos sobre a fusão entre Millenium BCP e BPI.

    "Angola corta com BPI e ameaça fusão com BCP" diz o DE, enquanto o JdN refere que "Itaú reforça no BPI antes de proposta de fusão".

    O JdN faz manchete com a "guerra nas telecom", acrescentando que a Portugal Telecom e a Vodafone estão contra a Autoridade das Comunicações (ANACOM) "por privilégios à Optimus".

    Também hoje nas bancas, a revista Focus faz manchete com os "ricos banqueiros" e ilustra a capa com fotos de, entre outros, Jardim Gonçalves, Ricardo Espírito Santo Salgado e Fernando Ulrich.

    O golo do marroquino Tarik Sektiou, que abriu o caminho da vitória do FC Porto sobre o Marselha, no Estádio do Dragão, em jogo da Liga dos Campeões, faz as manchetes dos desportivos, à excepção do Record, que prefere destacar a derrota do Benfica.

    “Alá!” destaca O Jogo, sobre foto do futebolista de braços erguidos ao alto a festejar o golo e com um diagrama do golo marcado pelo jogador.

    “Um golo +do outro mundo+ no Dragão e… 1º lugar no Grupo”, sublinha o matutino desportivo.

    “Magia do Magrebe” é o título a toda a largura da primeira página de A Bola, com a mesma imagem de Sektiou a festejar o golo, num “lance a fazer lembrar Ronaldo dos tempos do Barcelona”.

    O Record dedica a manchete ao Benfica, anunciando "Cartão vermelho", sobre foto do paraguaio Cardozo de joelhos junto à baliza, afirmando que "erros a mais tramam Benfica.

    Sobre o FC Porto-Marselha, anuncia "genial", comentando a "corrida de 50 metros para o golo" do marroquino Sektiou e anuncia que empate no terreno do Liverpool garante apuramento para a fase seguinte.

    Quanto ao Benfica, derrotado em Glasgow pelo Celtic (1-0), O Jogo diz que “águia falhou finalização” e A Bola refere que “é melhor pensar na UEFA”.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.