Revista de imprensa nacional


 

Lusa / AO Online   Nacional   27 de Set de 2008, 11:28

Os efeitos da crise financeira, que atingiram um banco associado ao Banco Comercial Português (BCP), e o erro do Ministério da Educação que coloca em risco as entradas no Ensino Superior, são hoje destaque na imprensa.
    "Pânico estendeu-se à Europa e já afectou banco associado ao BCP" é a manchete do Público, que refere que o "o belga Fortis, que detém 51 por cento das operações de seguros do BCP perdeu 20 por cento do valor num só dia".

    O diário destaca também, na primeira página, o primeiro "frente-a-frente" entre os candidatos às eleições presidenciais norte-americanas, o republicano John McCain e o democrata Barack Obama, que decorreu em Oxford, Mississipi, sexta-feira à noite.

    No Diário de Notícias, o destaque vai para as colocações no Ensino Superior que, segundo o jornal, estão "em risco por erro do Ministério da Educação".

    Pelo menos 40 alunos de cursos estrangeiros, cujas médias do secundário terão sido melhoradas ao abrigo de uma portaria inválida, podem ver alteradas as colocações no Ensino Superior, caso se confirme que ultrapassaram indevidamente outros candidatos, noticia o jornal, adiantando que o caso está a ser investigado pela Inspecção-Geral da Educação.

    O boicote de hoje às bombas de gasolina, convocado pela Associação de Defesa do Consumidor DECO, o "dérbi" que esta noite opõe Sporting e Benfica e o os desenvolvimentos do "caso Esmeralda", com o pai biológico a anunciar que vai processar o Estado, são outros temas em destaque na primeira página do jornal.

    "3.200 casas atribuídas por cunha em Lisboa", escreve o Expresso, referindo que "artistas, jornalistas, amigos políticos pagam, em média, 35 euros de renda", um "escândalo que começou há 30 anos".

    O semanário destaca também a acção da ASAE no controlo dos produtos chineses, avançando que a os "produtos contra-indicados pela União Europeia vão continuar nas prateleiras", porque a autoridade portuguesa apenas vai retirar a mercadoria depois de receber uma notificação de Bruxelas.

    "Irregularidades no IPO (Instituto Português de Oncologia)", titula o semanário Sol, que refere que a Inspecção-Geral de Saúde detectou um sistema instalado no hospital "em que a 'cunha' às vezes prevalece sobre a gravidade da doença", sendo que em Lisboa, onde há um défice de ocupação dos blocos operatórios, a situação é pior do que no Porto e Coimbra.

    "Cavaco Silva 'obrigado' a vetar Lei dos Imigrantes", é outros dos destaques do Sol, que refere que o "novo diploma viola compromissos eleitorais do Presidente da República".

    No Correio da Manhã o destaque vai para a Lei do Divórcio, com o jornal a noticiar que a "Igreja apoia Cavaco contra o PS", e para o jogo entre Sporting e Benfica que, segundo o diário, está a aquecer com "guerra" entre os treinadores dos dois clubes.

    No jornal 24 horas, o destaque vai para "caso Esmeralda", com o diário a titular "Baltazar mostra em vídeo que Esmeralda gosta dele".

    Nos três jornais desportivos, o destaque vai para o jogo entre o Sporting e o Benfica, agendado para as 20:45.

    "Ordem para ganhar" escreve A Bola, enquanto o Reccord refere que o primeiro duelo entre Quique Flores, treinador do Benfica, e Paulo Bento, técnico do Sporting, será um 'dérbi' de emoções fortes "só para homens".

    O Jogo chama para a primeira página declarações do técnico sportinguista, que refere que "há três anos que não perde" e do treinador benfiquista, que diz não gostar "de fazer peito", adoptando assim uma postura humilde.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.