Reservas de gás doméstico nas Flores estão em ruptura

 Reservas de gás doméstico nas Flores estão em ruptura

 

Lusa/AO Online   Regional   29 de Dez de 2009, 11:25

As reservas de botijas de gás doméstico estão em ruptura na maioria dos revendedores da ilha das Flores, nos Açores, denunciou hoje o dirigente local do PCP João Paulo Corvelo.

"Quase todos os revendedores da ilha estão sem gás", afirmou João Paulo Corvelo, considerando esta situação "inaceitável”.

“Nesta época de Natal e de Fim de Ano, não se compreende que não haja nas Flores um bem essencial como o gás doméstico”, frisou o dirigente do PCP/Flores.

A ilha das Flores, onde se encontra o ponto mais ocidental da Europa, integra o Grupo Ocidental dos Açores e tem cerca de quatro mil habitantes.

Segundo João Paulo Corvelo, nos últimos dias, os florentinos foram surpreendidos com a falta de botijas de gás para abastecimento doméstico nos postos de abastecimento da ilha.

A ruptura de reservas, segundo este dirigente do PCP/Flores, está também a afectar as rações para os animais bovinos, o que tem provocado problemas aos agricultores, que, alegadamente, “não têm alimento para as suas vacas”.

“Há 20 anos, esta situação era comum durante o Inverno aqui nas Flores, devido aos cancelamentos das ligações marítimas por causa do mau tempo, mas hoje isto é inadmissível”, frisou João Paulo Corvelo.

Contactada pela Lusa, uma fonte da Transinsular, empresa de transporte marítimo de mercadorias, garantiu que o navio 'Sete Cidades' segue quarta-feira para as Flores com um carregamento que vai repor as reservas da ilha.

A fonte da Transinsular assegurou ainda que não houve nenhum cancelamento de viagens para as Flores nos últimos dias devido ao mau tempo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.