Rafael Toral e @c atuam na Blackbox do Arquipélago sexta-feira

Rafael Toral e @c atuam na Blackbox do Arquipélago sexta-feira

 

Lusa/AO Online   Cultura e Social   15 de Fev de 2019, 09:25

O Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande, recebe esta sexta-feira a dupla @c, composta por Pedro Tudela e Miguel Carvalhais, e Rafael Toral, em duas atuações que exploram a música experimental.

A noite começa com a atuação da dupla @c, pelas 21h30, numa performance de “música vibrante e muito dinâmica, que resulta de várias abordagens complementares à música digital e à arte sonora”.

Com esta performance, Pedro Tudela e Miguel Carvalhais convidam o público “a explorar um vasto campo de possibilidades estéticas que se realizam entre a composição procedimental, a música concreta e a improvisação”, explica a organização, em nota de imprensa.

Rafael Toral, que atua às 22h30, explicou à Lusa que vai trazer “o início de uma fase nova” do seu trabalho a solo, um trabalho instrumental em que toca instrumentos eletrónicos construídos por si, “que têm um comportamento algo experimental, mas que são tocados com uma maneira de pensar e articular o som que é herdeira do pós-free jazz”.

“Solo Multiples” surge de “uma espécie de linguagem que envolve a articulação de som com a integração de silêncios”, um trabalho que tem vindo a desenvolver ao longo dos últimos 15 anos.

Neste concerto, vai inaugurar um novo paradigma, que vem “de uma voz individual que se relaciona com o silêncio para uma multiplicação dessa voz, por via de gravação em tempo real de fragmentos de fraseado, em acumulação progressiva que, ao longo do tempo, se vai tornando cada vez mais complexa e tende para uma espécie de infinito sonoro”.

O resultado “torna-se, no final, tão complexo, que parece mais um ecossistema, não toma a forma de uma orquestra, toma mais a forma de uma espécie de população de entidades sonoras que estão relacionadas entre si, por via do timbre e da consistência dos sons que são produzidos, mas que, em termos musicais, não têm uma articulação de forma”.

O artista admitiu à Lusa identificar-se com “muitas das preocupações sobre o som, a natureza do som e questões sociais à volta do som” que servem de fio condutor ao ciclo performativo "Geometria Sónica", e adiantou que o espetáculo “tem uma componente de natureza geométrica, apenas por coincidência em relação à forma da sala e a disposição do altifalantes, que é uma espécie de triângulo na forma de quadrado”.

“Vou tocar em três canais independentes, tendo a frente do palco canal esquerdo e canal direito, e haverá outros dois altifalantes na traseira da sala, mas que têm o mesmo sinal. Não é um triângulo, são três fontes, mas três vozes para quatro fontes, que dá uma espécie de correlação geométrica”, explicou.

Rafael Toral é músico, performer e compositor desde 1984, tendo começado por explorar o 'drone/ambiente' em registos como "Wave Field" (1994) ou "Violence of Discovery and Calm of Acceptance" (2000), mas trabalha a música eletrónica de uma forma inspirada no pós-freejazz desde 2004.

A dupla @c é formada por Pedro Tudela, artista visual e sonoro e professor auxiliar no departamento de Artes Plásticas da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, e pelo designer e músico Miguel Carvalhais, que é também professor auxiliar no departamento de Design da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e investigador no INESC TEC.

Colaboram no projeto multidisciplinar @c desde 2000, desenvolvendo um vasto trabalho no domínio da música e instalação sonora e multimédia, tendo, em 2003, fundado a editora de música experimental e eletrónica Crónica.

A sua discografia conta com mais de 20 álbuns, que já apresentaram ao vivo em alguns dos principais palcos portugueses e europeus.

O projeto @c e Rafael Toral atuam na Blackbox do Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande, a partir das 21h30, no âmbito do ciclo performativo "Geometria Sónica", que conta com a curadoria do festival Tremor.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.