Açoriano Oriental
Covid-19
Quarentena obrigatória para quem chega à Madeira já está em vigor

Todos os passageiros desembarcados nos aeroportos do arquipélago da Madeira, residentes e não residentes, são obrigados a cumprir um período de quarentena, informou o presidente do Governo regional.

article.title

Foto: HOMEM DE GOUVEIA/LUSA
Autor: Lusa/AO Online

Miguel Albuquerque disse que os passageiros serão encaminhados para uma unidade hoteleira requisitada pelo Governo regional, com exceção dos doentes em tratamento e devidamente autorizados pelas autoridades de saúde.

O chefe do executivo regional sublinhou que a medida faz parte do plano de contenção da pandemia da covid-19, provocada pelo novo coronavírus.

"Esta é uma determinação com conhecimento e anuência do senhor Presidente da República, que visa a imprescindível contenção da cadeia de transmissão da doença na Região Autónoma da Madeira", afirmou Albuquerque, no domingo, em videoconferência, na qual apresentou um pacote de apoios às famílias e empresas do arquipélago.

Na ilha da Madeira, os passageiros serão encaminhados para o complexo turístico Quinta do Lorde, localizado na freguesia do Caniçal, zona leste, onde já se encontram dois madeirenses, ao passo que no Porto Santo terão de cumprir a quarentena no Hotel Praia Dourada.

"Estamos ainda numa fase inicial desta pandemia e todos os madeirenses e porto-santenses devem cumprir o isolamento social determinado pelas autoridades regionais", declarou Miguel Albuquerque, realçando: "É esta a única forma de protegermos a nossa saúde, a nossa vida, os nossos pais, os nossos avós e os nossos filhos”.

O chefe do executivo regional, de coligação PSD/CDP-PP, condenou "veementemente" qualquer tentativa de mau trato aos turistas, num momento em que a maioria dos hotéis da região já encerrou.

"Essas são atitudes pontuais que derivam, muitas vezes, da exasperação, do medo de muita gente", disse o governante, referindo-se a turistas que alegadamente foram perturbados por madeirenses nos últimos dias.

E reforçou: "Os turistas estão a sair [da região] não por uma questão de xenofobia, mas apenas por uma questão de nós conseguirmos controlar a pandemia".

O Instituto de Administração da Saúde da Região Autónoma da Madeira atualizou no domingo para nove o número de casos confirmados de covid-19 no arquipélago, mais um do que no sábado, indicando que os doentes se encontram estáveis.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.