Santa Clara

Qualidade será a chave para a vitória, diz Vítor Pereira

Qualidade será a chave para a vitória, diz Vítor Pereira

 

Susete Rodrigues   Futebol   6 de Dez de 2008, 21:06

Santa Clara e Boavista dão o pontapé de saída na 11ª jornada da Liga Vitalis este domingo de manhã e o técnico dos encarnados de Ponta Delgada apela às qualidades da equipa para somar mais três pontos

O Santa Clara abre este domingo de manhã a 11ª jornada da Liga Vitalis, recebendo, pelas 10h15, o Boavista, jogo transmitido pela SportTV1 e RTP/Açores.

A um ponto do primeiro classificado (Olhanense, que soma 19 pontos), o Santa Clara tem pela frente um adversário histórico do futebol português, mas que neste momento está "adaptado a esta realidade", como refere Vítor Pereira, treinador da equipa dos Açores.

Vítor Pereira acrescenta ainda que "do ponto de vista financeiro e dos jogadores que tem, o Boavista está de acordo com as possibilidades que tem neste momento. Aliás todas as equipas que tenho visto estão quase todas no mesmo nível".

Nas últimas duas semanas os encarnados de Ponta Delgada têm realizados dois jogos por semana - para a Liga Vitalis e Taça de Portugal (jogos em atraso), por isso não admira que haja algum cansaço no grupo de trabalho. Mas a confiança do técnico é total nos seus jogadores, afirmando que o Santa Clara é uma equipa jovem, mas inteligente.

"A equipa não está fresca, mas é uma equipa inteligente, com jogadores inteligentes, apesar de serem jovens, têm já muitos jogos nas pernas. Tinham qualidade nos seus clubes, assumiam responsabilidades e sinto que nesta equipa são inteligentes e capazes de imprimir o ritmo que nos convém".

O tempo de recuperação dos jogadores de um jogo para o outro é pouca. Vítor Pereira explica como têm realizado o trabalho nestas semanas: "Recuperámos na quinta-feira, ontem e amanhã (hoje) também o vamos fazer, para podermos responder da melhor forma possível ao Boavista".

"O Boavista foi observado duas vezes, os jogadores já interpretaram as observações que são feitas, por isso acredito na qualidade do nosso trabalho e na qualidade dos jogadores e acredito ser possível ultrapassar uma equipa que é difícil, que tem um peso histórico, mas o Boavista neste momento não é o Boavista da Liga", salientou Vítor Pereira.

Em termos gerais sobre a Liga Vitalis, o técnico santaclarense refere que a "diferença faz-se nos pormenores, no trabalho. O resto, em termos de jogadores, há uma ou outra equipa mais bem apetrechada, mas o campeonato é competitivo e cada jogo é um jogo e, cada jogo dá muito trabalho a ganhar seja ele qual for".

Para vencer este Boavista ou qualquer outro adversário desta competição, Vítor Pereira é de opinião que para se conseguir isso a equipa tem que jogar com qualidade.

"O resultado está sempre mais próximo quando a equipa joga com qualidade", disse frisando que a estratégia para os jogos tem sido a mesma e nada vai mudar no encontro de hoje.

"Os comportamentos que temos vindo a trabalhar são os mesmos desde o primeiro dia e no nosso ponto de vista são comportamentos de qualidade. Tenho a certeza que domingo (hoje) poderemos jogar a uma intensidade mais baixa, mas com comportamentos de qualidade", finalizou Vítor Pereira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.