Açoriano Oriental
PSD de Vila Franca não faz campanha para as regionais

A escolha de Sabrina Furtado, presidente da Assembleia Concelhia do PSD de Vila Franca do Campo, para representar o concelho nas listas apresentadas pelo partido nas eleições regionais abalou as relações da concelhia com José Manuel Bolieiro.

PSD de Vila Franca não faz campanha para as regionais

Autor: Luís Pedro Silva

Um comunicado divulgado pela concelhia do PSD de Vila Franca do Campo revela que a mesma não irá participar na campanha eleitoral das regionais devido à escolha de Sabrina Furtado para o sexto lugar da lista de deputados pela ilha de São Miguel.

A concelhia de Vila Franca do Campo revela que a escolha de Sabrina Furtado “é da inteira responsabilidade política e pessoal do presidente do PSD/Açores”, acrescentando que o seu nome “nem sequer foi votado” pelos elementos do PSD em Vila Franca do Campo.

“A imposição do nome de Sabrina Furtado pelo presidente do PSD/Açores para ocupar o sexto lugar na lista de candidatos a deputados foi recebida com surpresa e desagrado por esta Comissão Política Concelhia. A sua indicação representa um total desrespeito, tendo em conta que não foi a primeira escolha desta Comissão Política Concelhia. Foi proposto e apresentado oficialmente, no dia 24 de julho, a José Manuel Bolieiro, outro nome que tinha sido aprovado por unanimidade para representar o PSD de Vila Franca do Campo”, refere o comunicado.

A escolha da concelhia recaiu sobre o professor Emanuel Medeiros, que reuniu o consenso alargado de todos os elementos da concelhia para representar Vila Franca no Parlamento.

Foi ainda divulgado que Sabrina Furtado, presidente da Assembleia Concelhia do PSD de Vila Franca do Campo, foi convidada para ocupar um lugar na lista de deputados numa posição elegível “há várias semanas”, mas omitiu essa informação à concelhia. “Consideramos a sua atitude desrespeitadora, desonesta e desleal”, frisou o comunicado da concelhia.

A Comissão Política Concelhia decidiu que não vai retirar a confiança política a José Manuel Bolieiro, mas em virtude do comportamento assumido pelo líder do partido na escolha dos candidatos a deputados vai “deixar ao critério pessoal de cada militante e simpatizante” a participação nas ações de campanha eleitoral a realizar no concelho de Vila Franca do Campo.

O Açoriano Oriental contactou ainda com Raquel Cabral Melo, vice-presidente da concelhia do PSD de Vila Franca do Campo, que revelou “não ter sido informada do teor do comunicado apresentado”, acrescentando que vai falar “olhos nos olhos” com os outros membros da concelhia para expressar a sua opinião sobre o documento enviado para a comunicação social.

“Estou muito satisfeita por termos uma candidata num lugar elegível. Isso não acontecia desde a década de 90. Vou fazer campanha para as eleições regionais”, declarou.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.