PSD/Açores quer carreira científica própria para os investigadores da região

PSD/Açores quer carreira científica própria para os investigadores da região

 

Lusa/AO Online   Regional   22 de Mar de 2019, 08:30

O PSD/Açores entregou no parlamento da região uma proposta legislativa com vista à criação de uma carreira científica própria para os investigadores da região, informou o partido em nota enviada à imprensa.

O objetivo, frisam os sociais-democratas é "garantir a continuidade de cientistas" tidos como de "enorme valia e reconhecimento a nível internacional".

"Esta será a única forma de garantir a continuidade na região de cientistas de enorme valia e reconhecimento a nível internacional, assim assegurando a continuidade de uma condigna representação dos Açores no sistema científico internacional", refere o projeto de resolução entregue na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Para os sociais-democratas açorianos, "a autonomia política e administrativa da região confere a capacidade de criar uma carreira de investigação científica sustentável e consolidada", sendo os custos inerentes um "excelente investimento face ao retorno económico e aos benefícios associados".

De acordo com a parlamentar Catarina Chamacame Furtado, citada na nota de imprensa, a criação de uma carreira científica própria na região constitui uma “aposta na ciência, na investigação e nos investigadores, propiciando oportunidades aos quadros altamente qualificados para se fixarem na região".

E concretiza: "Ao mesmo tempo, servirá de incentivo aos jovens estudantes e investigadores a enveredarem por uma carreira científica nos Açores. É massa crítica e conhecimento que se ganha, é um caminhar para a convergência com a União Europeia".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.