Nacionalização do BPN

PS aceita proposta para ouvir Constâncio

PS aceita proposta para ouvir Constâncio

 

Lusa/AOonline   Economia   4 de Nov de 2008, 17:40

O PS deverá aceitar a proposta do CDS para ouvir o governador do Banco de Portugal sobre as irregularidades no Banco Português de Negócios, mas deverá rejeitar o pedido do Bloco de Esquerda para ouvir os ex-responsáveis do banco.
O PS disse que deverá votar favoravelmente a proposta do CDS para ouvir o governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, na Comissão parlamentar de Orçamento e Finanças no âmbito das irregularidades do BPN.

    "Somos favoráveis à audição do governador do Banco de Portugal para que haja esclarecimentos sobre os factos", disse o deputado socialista Afonso Candal, na comissão de Orçamento e Finanças.

    Quanto ao requerimento do Bloco de Esquerda para ouvir antigos responsáveis do BPN (Oliveira e Costa, Dias Loureiro, Abdool Vakil e Rui Machete), bem como o actual presidente, Miguel Cadilhe, o PS deu entender que votará contra.

    "Não nos devemos precipitar nas entidades a ouvir nesta fase", disse Afonso Candal, argumentando que "é preciso apurar se há processos a decorrer na PGR e no Banco de Portugal" relativos ao BPN.

    "A AR não se deve intrometer", caso os processos estejam a decorrer, reforçou, adiantando que "devem ser responsabilizados aqueles que têm responsabilidade".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.