Protecção Civil acionou plano de socorro na Serra da Estrela que se vai manter até à Páscoa


 

Lusa / AO online   Nacional   1 de Dez de 2010, 12:40

Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) anunciou hoje que ativou o Plano Operacional Nacional para a Serra da Estrela, que se manterá ativo até à Páscoa de 2011, para assegurar a proteção e socorro aos visitantes.

Em comunicado, a ANPC explica que o plano é um instrumento de gestão operacional, "que permite planear, organizar e coordenar um Dispositivo Conjunto de Proteção e Socorro na Serra da Estrela, constituído por meios humanos e equipamentos, capazes de responder com eficácia às necessidades dos cidadãos".

O dispositivo é constituído pelos corpos de bombeiros da Covilhã, Gouveia, Loriga, Manteigas, S. Romão e Seia, pela Força Especial de Bombeiros, pelo Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS/GNR) e por outras forças e meios, qualificados para a execução das missões de proteção e socorro.

O plano abrange uma vasta área do Maçico Central, envolvendo os distritos da Guarda e de Castelo Branco, que abrange zonas dos municípios da Covilhã, Manteigas, Seia e Gouveia, situados a uma altitude superior a 1400 metros, com exceção da área urbana das Penhas da Saúde.

Com a ativação deste dispositivo, a ANPC pretende assim definir mecanismos rápidos de proteção e socorro que permitam fazer face a eventuais situações de perigo, num período em que a Serra da EStrela costuma receber milhares de visitantes.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.