Açoriano Oriental
Açores/Eleições
PPM defende construção de dois navios de passageiros e carga

O líder do PPM nos Açores e candidato às regionais pelo Corvo, Paulo Estêvão, defendeu a aquisição de dois navios para transportar passageiros e carga e potenciar o mercado interno, projeto que o Governo Regional "nunca conseguiu concretizar".

PPM defende construção de dois navios de passageiros e carga

Autor: Lusa/AO Online

"A nossa proposta é que sejam adquiridos dois navios de grande porte que tenham condições para navegar ao longo de todo o ano ligando, através de transporte de passageiros e mercadorias, as nove ilhas dos Açores e isso, sim, permitirá finalmente potenciar a criação de um mercado interno", afirmou Paulo Estêvão, em declarações à agência Lusa.

Paulo Estêvão, eleito pela ilha do Corvo, por onde volta a concorrer, esteve hoje em campanha eleitoral em São Jorge, acompanhado pelo cabeça de lista por aquele círculo, Valdemar Furtado, e o líder nacional, Gonçalo da Câmara Pereira.

O PPM concorre às eleições para o parlamento açoriano, que decorrem em 25 de outubro, em todos os círculos, sendo que, no Corvo, apresenta uma candidatura em coligação com o CDS-PP.

Para o candidato, "é necessário criar um sistema de transportes eficaz" no arquipélago, apontando para problemas em "várias ilhas" nesta matéria, como, por exemplo, na ilha do Corvo que "esteve quase 50 dias sem abastecimento".

"Temos um problema de enorme dimensão, porque não conseguimos transportar com regularidade e em quantidade suficiente a produção das diversas ilhas entre o nosso arquipélago. E o que queremos é que estes barcos tenham também a valência de poder fazer o transporte de mercadorias e passageiros, incrementando igualmente o turismo", frisou o candidato.

Paulo Estêvão sustentou que o atual sistema de transportes na região "está completamente obsoleto, não funciona, não garante regularidade e não garante qualidade".

"O que queremos é que estes navios se possam deslocar entre todas as ilhas ao longo de todo o ano, transportando passageiros residentes e turistas. Isto já esteve planeado e o Governo não conseguiu concretizar este objetivo estratégico e fundamental e isso é a única forma de criar um mercado interno", vincou.

Em São Jorge, o candidato destacou o "enorme potencial" agrícola da ilha na fileira do leite e carne.

"É necessário promover o queijo de São Jorge no mercado nacional e há estudos que demonstram que é um produto de grande qualidade e que tem um enorme potencial no mercado nacional. Mas, mesmo assim, há uma enorme potencialidade por aproveitar", apontou, frisando que "diversos" agentes da ilha evidenciaram a necessidade de se "incrementar o mercado interno", o que "só se faz com bons transportes".

As legislativas dos Açores decorrem em 25 de outubro, com 13 forças políticas candidatas aos 57 lugares da Assembleia Legislativa Regional: PS, PSD, CDS-PP, BE, CDU, PPM, Iniciativa Liberal, Livre, PAN, Chega, Aliança, MPT e PCTP/MRPP. Estão inscritos para votar 228.999 eleitores.

No arquipélago, onde o PS governa há 24 anos, existe um círculo por cada uma das nove ilhas e um círculo de compensação, que reúne os votos não aproveitados para a eleição de parlamentares nos círculos de ilha.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.