Saúde

Portugal sem registo de reacções adversas à vacina contra gripe A


 

Lusa / AO online   Nacional   29 de Out de 2009, 11:29

Ainda não foi registada nenhuma reacção adversa à vacina contra a gripe A, que começou a ser administrada na segunda-feira, mas a autoridade nacional do medicamento espera receber “milhares” de notificações.
De acordo com o presidente da autoridade que regula o sector do medicamento em Portugal (Infarmed), Vasco Maria, o Sistema Nacional de Farmacovigilância ainda não recebeu qualquer notificação de reacção adversa à vacina contra a gripe A (H1N1).

Vasco Maria, que falava aos jornalistas à margem do I Congresso Nacional de Farmacovigilância e Gestão de Risco, em Lisboa, considera, porém, que “ainda é cedo”, uma vez que a campanha de vacinação começou na segunda-feira.

O especialista reconheceu, no entanto, que deverão ser “milhares” os registos de reacções adversas relacionadas com a vacina contra o vírus H1N1, que causa a gripe A.

“Vão existir muito mais notificações de reacções à vacina contra a gripe A do que contra a gripe sazonal, porque os profissionais de saúde, e quem recebe o fármaco, está especialmente atento”, disse.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.