PDL Proximidade leva cursos de Inglês às freguesias de São Vicente Ferreira e Ginetes

PDL Proximidade leva cursos de Inglês às freguesias de São Vicente Ferreira e Ginetes

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   7 de Fev de 2019, 10:12

A Câmara Municipal de Ponta Delgada, no âmbito do programa PDL Proximidade, vai continuar a levar os cursos de Inglês às freguesias do concelho. Desta feita, as freguesias abrangidas são Ginetes e São Vicente Ferreira.

A participação é gratuita, diz nota de imprensa, mas está sujeita a inscrição que poderão ser feitas até 15 de fevereiro através dos e-mail geral@mpdelgada.pt e form.ativos@ccipd.pt ou, pessoalmente, na Divisão de Desenvolvimento Social da autarquia, na rua Machado dos Santos.


Os cursos serão ministrados por técnicos da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada, entidade com a qual a Câmara Municipal de Ponta Delgada mantém parceria para o efeito.


Refira-se que, ao longo deste ano e igualmente em parceria com a Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada, a autarquia de Ponta Delgada vai promover mais cursos de Atendimento e Comunicação em Inglês e de Atendimento e Comunicação em Alemão.


Acrescenta a nota que o objetivo desta parceria é desenvolver formação nas freguesias mais distantes do concelho de Ponta Delgada, a qualificação dos ativos empregados no setor do turismo, valorizando as suas competências e/ou dotar, com as ferramentas necessárias, aqueles que em situação de desemprego possam vir a ingressar no mercado de trabalho, valorizando assim os recursos humanos locais.


Relativamente aos cursos propriamente ditos, estes visam acolher com eficácia e amabilidade os clientes, caracterizar a oferta de cada restaurante-identificar ingredientes e caraterizar ementas e descrever as principais atrações gastronómicas e turísticas da região.


O conteúdo programático passa por diálogos em contexto de atendimento, mais precisamente fazer reservas, acolher, apresentar o menu, fazer sugestões, descrever pratos, pedir a refeição, receber o pagamento e ter, paralelamente, um vocabulário relacionado com alimentação (ingredientes, ementas, formas de cozinhar, alguns utensílios e equipamentos), sem esquecer a dramática, explica ainda a nota.


No final do curso, e como habitualmente, será atribuído um certificado, desde que os formandos cumpram 80% de assiduidade, salvo regulamento específico do curso. Nos casos em que frequentem de 50% a 80% da duração do curso será emitida uma declaração.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.