Açoriano Oriental
Parlamento 'chumba' proposta do PCP de redução do tarifário elétrico em 10 por cento nos Açores
O projeto de resolução do PCP/Açores a recomendar ao Governo Regional que reduza transitoriamente a tarifa elétrica dos açorianos em 10 por cento vai ser esta tarde chumbado na Comissão de Economia do Parlamento açoriano.

Autor: Rui Jorge Cabral
Durante a manhã de hoje, os deputados ouviram o secretário regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, afirmar que a tarifa elétrica da EDA já é fortemente apoiada e que a entidade reguladora nacional - a ERSE - poderia reduzir a indemnização paga à elétrica açoriana, proporcionalmente à redução de 10 por cento proposta pelo PCP/Açores, o que poderia obrigar a EDA a aumentar a tarifa em vez de a diminuir. Por isso, o Governo Regional, apoiado pela maioria socialista no Parlamento, considera inexequível esta proposta. 
Pelo seu lado, o PCP/Açores entende que, sendo a EDA uma empresa pública, seria possível encontrar junto da ERSE uma solução que evitasse a redução da indemnização compensatória paga à EDA pela convergência do tarifário elétrico em todo o território nacional.
Contudo, sem o apoio dos dois maiores partidos, os comunistas açorianos irão ver chumbada a sua proposta.  
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.