Defesa

Nuno Severiano Teixeira anuncia reforço da cooperação com a Guiné


 

Lusa/AO online   Nacional   11 de Set de 2008, 15:17

O ministro da Defesa português, Nuno Severiano Teixeira, anunciou em Bissau o reforço de alguns projectos da cooperação técnico-militar com a Guiné-Bissau, nomeadamente o das lanchas, "fundamentais para o controlo de todos os tráficos ilegais".
"Há projectos que vão ser reforçados, nomeadamente o das lanchas, que são fundamentais para o controlo e exercício da soberania da Guiné-Bissau e para o controlo de todos os tráficos ilegais", afirmou o ministro português, no final de um encontro com o Presidente guineense, João Bernardo "Nino" Vieira.

    "Foi manifestado pela Guiné-Bissau o interesse de ter um apoio técnico-militar de nível mais elevado e, no âmbito da cooperação, vai ser reforçada a componente técnico-militar com um oficial para fazer esse apoio técnico especializado", acrescentou Nuno Severiano Teixeira, que chegou quarta-feira a Bissau para uma visita oficial de dois dias.

    No encontro com "Nino" Vieira, o ministro da Defesa português abordou também a cooperação multilateral no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), anunciando que a Guiné-Bissau definiu o centro de instrução de Cumeré como o centro de excelência para a dimensão de defesa daquela organização.

    "Nessa dimensão de defesa da CPLP, há projectos que estão relacionados com o desenvolvimento de uma rede de centros de excelência e a Guiné-Bissau definiu o centro de instrução de Cumeré como um centro de excelência que pode vir a estar à disposição da CPLP", disse Nuno Severiano Teixeira.

    "Vamos, portanto, investir nesse centro, não só ao nível do melhoramento do quartel, mas também da activação e da formação de formadores", sublinhou o ministro, que realiza sexta-feira, antes de regressar a Lisboa, uma visita àquele quartel, situado nos arredores de Bissau.

    Nuno Severiano Teixeira abordou ainda com o chefe de Estado guineense a Missão da União Europeia para a Reforma do Sector da Segurança da Guiné-Bissau, que considerou "fundamental para a consolidação das instituições democráticas e para a estabilidade política do país".

    O ministro da Defesa de Portugal vai reunir-se ainda hoje com o chefe da missão europeia, o general espanhol Esteban Verastegui, após entregar às Forças Armadas guineenses um donativo de material de fardamento e aquartelamento excedentário do Exército português.

    Sobre as eleições legislativas na Guiné-Bissau, previstas para 16 de Novembro, Nuno Severiano Teixeira disse que, segundo o Presidente guineense, estão a ser "desenvolvidos todos os esforços no sentido de realizar as legislativas".

    O Presidente guineense "espera que as eleições sejam um marco importante, fechando um ciclo e abrindo outro, na vida política da Guiné-Bissau, que permita dar estabilidade e segurança, condições fundamentais para o desenvolvimento", afirmou o ministro da Defesa português.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.