Saúde

Número de mortes fetais decresce em Portugal


 

Lusa / AO online   Nacional   16 de Nov de 2009, 14:15

O número de mortes fetais a partir das 28 semanas de gestação tem vindo a decrescer em Portugal, tendo-se registado 263 óbitos em 2008, menos 24 do que no ano anterior, revela esta segunda-feira um relatório da Direcção-Geral da Saúde.
O relatório da Direcção de Serviços de Epidemiologia e Estatísticas de Saúde “Natalidade, Mortalidade Infantil, Fetal e Perinatal - 2004-2008” indica que, em 2004, foram registadas 289 mortes fetais, número que subiu para 304 no ano seguinte e para 344 em 2006.

Em 2007, esse número caiu para os 287 óbitos e para 263 no ano passado, adianta o documento da DGS, acrescentando que, em 2008, a taxa de mortalidade fetal foi de 2,5 por 1000 nados-vivos, contra 2,8 em 2007.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.