Novo projecto antimíssil gera "mais perguntas do que respostas"


 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Out de 2009, 17:09

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, considerou esta sexta-feira que o novo projecto antimíssil norte-americano, que substitui o projecto do escudo antimíssil na Europa de Leste, suscita “mais perguntas do que respostas”.
“Há constantemente declarações de factos e que suscitam mais questões que não têm respostas”, declarou Lavrov a jornalistas na capital da Moldávia, Chisinau, onde decorre a cimeira da Comunidade dos Estados Independentes (CEI, que inclui a ex-URSS menos os Estados bálticos e a Geórgia).

“Desejaríamos obter clarificações exaustivas” sobre o novo projecto antimíssil norte-americano, adiantou.

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, é esperada terça-feira em Moscovo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.