Europeias

Nós, Cidadãos! vai a eleições com Paulo de Morais como cabeça de lista

Nós, Cidadãos! vai a eleições com Paulo de Morais como cabeça de lista

 

Lusa/AO Online   Nacional   15 de Abr de 2019, 16:47

O partido Nós, Cidadãos! vai apresentar-se às eleições para o Parlamento Europeu com o apoio do MPT e com o antigo candidato presidencial Paulo de Morais como cabeça de lista, pela “procura da transparência”.

O Nós, Cidadãos! e o MPT tentaram apresentar-se a eleições coligados, mas a aliança entre os dois partidos não foi aprovada pelo Tribunal Constitucional.

Por isso, a lista será apoiada pelo MPT e o eurodeputado José Inácio Faria, eleito pelo partido, será o número dois.

O cabeça de lista é o ex-candidato à Presidência da República Paulo de Morais.

Em declarações à agência Lusa depois da entrega da lista no Tribunal Constitucional, em Lisboa, o agora candidato às eleições europeias disse que esta candidatura “resulta da confluência de duas vontades”.

“Por um lado, a minha vontade de me candidatar ao Parlamento Europeu, com a lista que agora aqui entreguei, e também a vontade de um conjunto de personalidades que me foram aliciando para este projeto nos últimos meses, e todas essas vontades confluíram numa coligação entre dois partidos – Nós, Cidadãos! e o MPT”, referiu.

Porém, explicou Paulo de Morais, “acontece que, por razões que não estão muito bem explicadas, o Tribunal Constitucional entendeu recusar essa coligação e, a partir do momento em que houve essa recusa por parte do Tribunal Constitucional”, o grupo entendeu que não podia “privar os eleitores de poderem votar neste projeto”.

“Então, resolvemos corporizar essa coligação com a mesmíssima lista que tínhamos, com as mesmas pessoas, os mesmos protagonistas, já não numa coligação, mas numa lista que vai com a marca Nós, Cidadãos!”, considerou, classificando esta aliança como “um projeto de coligação” e não “formalmente uma coligação”.

O primeiro candidato afirmou que nesta campanha manter-se-á igual a si mesmo.

“Os princípios que defenderei são os que sempre defendi na vida pública nos últimos 20 anos, esta coligação terá a marca do escrutínio da vida pública, da procura da transparência, do respeito pelos cidadãos”, indicou.

Questionado sobre o resultado que a candidatura espera conseguir no dia 26 de maio, Paulo de Morais assinalou que “um bom resultado é um resultado que agrade aos eleitores”.

“Isto não é nenhum campeonato de futebol, não é nenhum concurso, portanto, o nosso resultado respeitá-lo-emos sempre, será o resultado que os eleitores entenderem que é aquele que nós merecemos”, vincou, acrescentando que durante a campanha vão mostrar aos eleitores que merecem “um ótimo resultado”.

“É para isso que vamos trabalhar todos os dias, de hoje até ao dia das eleições”, salientou.

O cabeça de lista do Nós, Cidadãos! pediu então aos eleitores para votarem “fora dos partidos do sistema”.

“Isso e que é fundamental. A vida portuguesa precisa de refrescamento e, obviamente, que não é com aqueles que estão enquistados no sistema que se consegue a renovação”, considerou, defendendo que “os eleitores que quiserem votar na renovação, têm que votar em novos partidos”.

“Se, no leque de opções, acharem melhor votar na nossa candidatura, votando Nós, Cidadãos!, tanto melhor, obviamente”, rematou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.