Saúde

Métodos contraceptivos mais distribuídos gratuitamente

Métodos contraceptivos  mais distribuídos gratuitamente

 

Helena Neves, Lusa / AO online   Nacional   25 de Nov de 2009, 10:13

Os portugueses estão a comprar menos preservativos e pílulas do dia seguinte nas farmácias e parafármacias, mas, segundo a Direcção-Geral de Saúde (DGS), estes métodos contraceptivos estão a ser mais distribuídos pelo Serviço Nacional de Saúde.
Dados avançados à agência pela consultora IMS Health indicam que entre Setembro de 2009 e Outubro de 2008 foram vendidas naqueles estabelecimentos 534 168 embalagens de preservativos, menos 225 925 do que em período homólogo do ano anterior, uma quebra de quase 30 por cento.

Relativamente às pílulas do dia seguinte, os mesmos dados referem que entre Setembro de 2009 e Outubro de 2008 foram vendidas 206 550 embalagens, uma diminuição de 4,6 por cento em relação ao período homólogo do ano anterior (216 661).

Confrontada com estes dados, a chefe da Divisão de Saúde Reprodutiva da DGS explicou que não podem servir como indicador para saber a utilização dos métodos contraceptivos pelos portugueses.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.